Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Floresta dos Atletas vai ganhar mais 2,2 hectares de árvores plantadas

Promessa da Rio2016, a área localizada no Parque Radical de Deodoro só recebeu as primeiras 13 725 mudas em 2019

Por Luiza Maia 4 ago 2021, 16h17

Criada em homenagem aos esportistas que participaram dos Jogos Olímpicos de 2016, a Floresta dos Atletas, no Parque Radical de Deodoro, ganhará mais 2,2 hectares (2 2000 m²) de mudas.

O projeto começou a sair do papel em 2019, com o plantio inicial de 13 725 árvores.

+ Tóquio: Rebeca Andrade será a porta-bandeira na festa de encerramento

Agora, a área verde do parque terá, ao todo, oito hectares e 19 225 árvores. Algumas já atingem mais de quatro metros de altura. “Temos 42 espécies ameaçadas de extinção numa região com gigantesco déficit verde. Em quatro anos, essas árvores poderão chegar a 10 metros de altura”, afirma o secretário municipal de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere.

Foto mostra caminho com árvores no entorno
Corredor verde: compromisso de ampliação foi assinado pelo secretário do Meio Ambiente com a empresa Biovert Secretaria Municipal de Meio Ambiente/Divulgação

O plantio das 207 espécies de plantas, como cedro-rosa, jequitibá e pau-brasil, cada um representando um país olímpico, deve terminar em setembro de 2021, segundo a previsão da prefeitura.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

A floresta integra um corredor verde na região que vai da Floresta do Camboatá, também em Deodoro, ao Maciço do Gericinó-Mendanha, que abriga um parque municipal de conservação.

Continua após a publicidade
Publicidade