Clique e assine por apenas 4,90/mês

Faculdade de Medicina da Uerj terá atividades suspensas

Um dos motivos é falta de repasse de verbas para os alunos. As aulas ainda não tem data para reiniciarem

Por Redação VEJA RIO - 3 fev 2017, 17h52

A Faculdade de Medicina da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) terá as atividades suspensas. O anúncio foi feito pelo diretor da unidade Mario Fritsch. A causa foi a interrupção é a falta de pagamento das bolsas dos alunos. Segundo o professor, 45% dos estudantes da faculdade recebem bolsas do Governo do Estado do Rio de Janeiro no valor de R$ 400, mas o último pagamento teria sido feito em novembro. O governo do estado afirmou que que está concentrando esforços para resolver as questões da universidade e que repassou, em 2016, cerca de R$ 760 milhões para a Uerj, o que representa 76% do orçamento previsto. Em uma decisão dos diretores da universidade as aulas foram suspensas pela quarta vez e não tem previsão de reinício.

Publicidade