Clique e assine por apenas 3,90/mês

Exposição no Baixo Suíça celebra os 150 anos da Nestlé

A empresa de longa história no Brasil, teve sua primeira fábrica inaugurada por aqui em 1921, mas produtos importados chegavam desde 1890

Por Heloíza Gomes - Atualizado em 2 jun 2017, 12h00 - Publicado em 20 ago 2016, 01h09

Na programação motivada pelos Jogos Olímpicos, as casas temáticas receberam multidões. Algumas se despedem do público neste domingo (21), mas o Baixo Suíça ficará aberto até 18 de setembro. A estrutura à beira da Lagoa tem diversão variada, na forma de equipamentos como um rinque no gelo. Outra atração, uma exposição celebra, através de imagens antigas, os 150 anos da Nestlé, empresa suíça de longa história no Brasil. A primeira fábrica foi inaugurada por aqui em 1921, mas produtos importados chegavam desde 1890. Depois disso, pelo menos um deles nunca mais foi o mesmo: o leite condensado MilkMaid tornou-se conhecido entre os brasileiros como o “leite da moça”, graças à imagem de uma jovem camponesa no rótulo, e Moça virou marca em 1937. A mostra também ensina, vejam só, que a farinha láctea foi criada em 1867 para combater a desnutrição infantil na Suíça.

Inspiração olímpica


Rômulo Soares_Divulgação
Rômulo Soares_Divulgação

Carolina Neves (foto), bailarina do Theatro Municipal, viveu seus momentos de modelo. Ela estrelou a campanha de lançamento, na Praça Mauá, de uma coleção de camisetas da estilista Bianca Gibbon influenciada pela Olimpíada. As criações trazem aquarelas, feitas a mão, representando modalidades esportivas realizadas ao ar livre, tendo o Rio como cenário. Nas imagens, mulheres praticam vela na Baía, remo na Lagoa, vôlei na areia de Copacabana e maratona, com chegada no Sambódromo. “Escolhi esses esportes porque são praticados em cartões‑postais da nossa cidade”, explica Bianca.

Porto sustentável

Continua após a publicidade


Monticelllo_iStock
Monticelllo_iStock

Divididos em oito equipes, 24 estudantes de design e arquitetura de quatro instituições de ensino, PUC, Uerj, UFF e UFRJ, foram convocados para participar de uma saudável competição. Trata-se da primeira edição carioca do Desafio de Design Odebrecht Braskem: os jovens alunos são instigados a criar mobiliário urbano, produzido a partir da reutilização de plástico, para o bairro de Santo Cristo. Os trabalhos, desenvolvidos sob a orientação dos designers Augusto Seibel e Marco Maia, serão avaliados por um júri de especialistas. Os projetos vencedores ocupam, a partir de novembro, áreas livres recém-reformadas na Região Portuária.

2 643…

… foram multados por estacionamento irregular em áreas como o entorno dos locais de competição e do Boulevard Olímpico, além de pontos turísticos, entre o início dos Jogos e o domingo 14. Nas ações da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), com o apoio da Guarda Municipal, 1 356 automóveis foram rebocados. No mesmo período e nas mesmas regiões, 456 pessoas foram punidas por fazer xixi na rua — incluídos nesse contingente de pegos no flagra, 117 estrangeiros acrescentaram aos seus gastos em solo carioca os 510 reais a pagar pela sujeira feita no lugar errado.

 

Continua após a publicidade
Publicidade