Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Exército mantém Arena da Juventude, em Deodoro, em uso frequente

A obra, feita pelo escritório paulistano Vigliecca & Associados ganhou dois prêmios de arquitetura nos últimos cinco meses

Por Rafael Sento Sé 20 abr 2018, 10h54

Palco de disputas olímpicas, a Arena da Juventude, em Deodoro, ganhou dois prêmios de arquitetura nos últimos cinco meses: o Iaks Awards, na categoria melhor equipamento esportivo do mundo construído entre 2016 e 2017, e o Saint-Gobain, por seu caráter inovador. O reconhecimento lança luz sobre uma das raras arenas a manter-se em uso regular na função para a qual foi planejada: receber competições e treinos esportivos. O mérito é do Exército, responsável pelo espaço. Para evitarem despesas inviáveis no futuro, os militares solicitaram um projeto que pudesse dispensar a utilização de ar-condicionado em dias de temperatura mais amena. No desenho do escritório paulistano Vigliecca & Associados, a preocupação com a sustentabilidade levou à construção de abas que permitem a ventilação natural, o aproveitamento intenso da luz externa e a expansão dos 2 000 lugares fixos na arquibancada para até 5000.

Fiocruz produz medicamento essencial ao transplante de órgãos

Pastelarias cariocas são processadas por trabalho escravo

+ Pesquisadores descobrem espécie das Ilhas Cagarras na Lagoa

+ Fiéis querem arrecadar R$ 2 milhões para restaurar de Catedral

Continua após a publicidade

Publicidade