Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Triste realidade: estado do Rio registra 15 casos de estupro por dia

Em fevereiro, foram 419 registros de violência sexual, contra 413 no mesmo mês do ano passado: um aumento de 1,5%; em 2021, foram 5.105 estupros no estado

Por Da Redação 22 mar 2022, 17h23

O estado do Rio registrou a média de 14,9 estupros por dia, no mês de fevereiro, segundo relatório do Instituto de Segurança Pública (ISP), ligado ao governo do estado, divulgado nesta sexta (18). No mês, foram 419 casos de violência sexual, contra 413 em fevereiro do ano passado, um aumento de 1,5%. Em 2021, houve registro de 5.105 casos de estupro no estado.

+ Mais amados do Rio recebem prêmios em cerimônia no Fairmont

Nos dois primeiros meses do ano, foram totalizados 851 registros de estupro, sendo que 630 foram praticados na Região Metropolitana. Comparado com o primeiro biênio do ano passado, quando foram registrados 882 casos, houve redução de 3,5%. Só estão computados os casos formalizados em delegacias de polícia, ficando fora da estatística os casos não notificados.

Outra modalidade de crime que apresentou crescimento foi o estelionato. Em fevereiro deste ano, foram registrados 9.218 casos ou 329 registros por dia. Em igual mês do ano passado, foram 4.185 casos, aumento de 120%. No primeiro bimestre deste ano, foram registrados 18.655 casos de estelionato no estado do Rio. Em 2021, foram 70.075 registros de estelionatos, aumento de 44% em relação ao ano anterior.

+ Agora é a dengue… casos aumentam 11% neste início de ano no Rio

Continua após a publicidade

Houve redução em outras categorias criminosas. Em fevereiro deste ano, houve redução de 28% nos roubos de rua, com 4.518 registros, contra 6.272 no mesmo período de 2021. Segundo o ISP, esse é o menor índice para o mês de fevereiro, desde 2005. Também houve queda no roubo de veículos, com 1.771 casos, uma diminuição de 18%, comparado com o mesmo período de 2021. Os roubos de carga caíram 4% em fevereiro, ficando em 336 casos, contra 351 registros no mesmo mês do ano passado.

No quesito morte por intervenção de agente do Estado, quando há confrontos em ações policiais, foram 195 mortes nos dois primeiros meses deste ano, apresentando redução de 34% contra o mesmo período de 2021, quando houve 296 casos.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

De forma geral, a letalidade violenta – que inclui homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, roubo seguido de morte e morte por intervenção de agente do estado – diminuiu 12%, o menor número para o mês de fevereiro desde 1991, quando se iniciou a série histórica do ISP. Foram 361 casos dessa modalidade em fevereiro deste ano, contra 410 casos no mesmo mês de 2021.

Os dados completos podem ser acessados na página do ISP na internet, com opção de selecionar o tipo de crime e a região geográfica, para aprofundar a análise.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)