Clique e assine por apenas 4,90/mês

Dança das cadeiras no Carnaval carioca

Depois de Paulo Barros deixar a Portela, é a vez do casal Renato Lage e Márcia Lage trocarem o Salgueiro pela Grande Rio

Por Renata Magalhães - Atualizado em 7 mar 2017, 14h47 - Publicado em 7 mar 2017, 13h08

Depois do anúncio feito pela VEJA RIO na segunda (6) dizendo que Paulo Barros deixa a Portela depois de tornar a escola campeão, é a vez de saber o que mais muda no Carnaval carioca. Renato Lage e Márcia Lage deixam o Salgueiro após 15 anos para ocupar o lugar de Fábio Ricardo na Grande Rio – escola que homenageou Ivete Sangalo e conquistou o quinto lugar em 2017. O acordo foi acertado no início da noite de ontem.

Ainda no Grupo Especial, ao menos três carnavalescos vão permanecer nas escolas em que estiveram neste carnaval. São eles: Alexandre Louzada, na Mocidade Independente de Padre Miguel; Leandro Vieira, na Mangueira; e Cahê Rodrigues, na Imperatriz Leopoldinense. Houve mudanças também nas escolas que desfilam pela série A: Edson Pereira deixa a Unidos de Padre Miguel e será o carnavalesco da Viradouro. A posição da escola da Zona Oeste será ocupada por João Vitor Araújo, ex-Acadêmicos da Rocinha.

Publicidade