Clique e assine por apenas 3,90/mês

Corridas virtuais viram tendência em tempos de quarentena

Na nova modalidade, atletas se inscrevem no circuito com a distância desejada e competem quando e onde quiserem

Por Fernanda Thedim - Atualizado em 22 Maio 2020, 19h15 - Publicado em 1 Maio 2020, 08h00

Tendência no mercado esportivo, as corridas virtuais, criadas inicialmente para o público que não podia participar presencialmente dos eventos, ganharam impulso durante a quarentena. A nova modalidade funciona assim: os atletas se inscrevem no circuito com a distância desejada e competem quando e onde quiserem.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

O tempo deve ser registrado por meio de aplicativos e, depois, apresentado à organização para que o corredor figure no ranking e receba o kit com a medalha. Nos Estados Unidos, as provas virtuais são mais recorrentes, com organizadores como a Disney Sports e a New York Road Runners, que promove a Maratona de Nova York e já conta com doze eventos on-line.

No Brasil, mais de cinquenta competições do gênero estão com inscrições abertas nos sites especializados.

+ Chef de cozinha dá dicas para evitar desperdício em casa

+ Álcool gel em excesso pode irritar a pele

Continua após a publicidade
Publicidade