Continua após publicidade

Por que pais de alunos estão em pé de guerra com Escola Britânica do Rio

Conselho da instituição, prestes a comemorar 100 anos no Rio, renunciou após demitir diretor sem dar explicação a responsáveis, que fizeram abaixo assinado

Por Da Redação
Atualizado em 13 set 2023, 13h37 - Publicado em 12 set 2023, 12h32

Prestes a completar 100 anos de fundação, em 2024, a tradicional Escola Britânica é cenário de uma guerra entre pais de alunos e a direção. Tudo começou quando o diretor-geral, Mark Waldron, foi demitido sem explicação, no final do mês passado. Ele tinha contrato de cinco anos, mas foi desligado há pouco mais de um ano no cargo. Ele exercia a função desde julho de 2022. O afastamento levou os pais a fazer um abaixo assinado com mais de duas mil assinaturas para saber as razões da medida. Alguns ameaçam não pagar a mensalidade. Com três unidades no Rio – em Botafogo, Urca e Barra -, a Escola Britânica tem cerca de 2 mil alunos.

+ Com baixo índice da vacina bivalente, infecções por Covid-19 sobem no Rio

Diante da pressão, o Conselho, responsável pela demissão do diretor, renunciou alegando em nota estar sofrendo “tensão e estresse intoleráveis“. Na nota consta que “por motivos de confidencialidade e restrição legal” não é possível “explicar integralmente os fundamentos e motivos da demissão do diretor”. Ao anunciar a saída do diretor, a escola informou que ele “concordou em renunciar ao cargo”. No entanto, conforme informou o portal Boletim da Liberdade, não havia sequer um plano de transição coordenado. Waldron foi logo substituído, o que levantou alguns pais de estudantes a suspeitar que ele estaria sendo vítima de um boicote.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Especula-se que a demissão tenha acontecido porque professores e colaboradores que não concordavam com a forma que Mark Waldron tratava temas polêmicos, como ideologia de gênero. Outra hipótese é a de que os membros do Conselho da escola teriam atitudes não profissionais, o que motivaria a reação do então diretor da escola.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.