Continua após publicidade

Bullying em escola da Barra: “Tinha que ser gorda, lésbica e bolsista”

Mãe e madrasta da jovem foram à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) para registrar o caso

Por Redação VEJA RIO Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
29 set 2022, 15h10

Uma estudante de uma escola na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, foi vítima de ataques gordofóbicos, racistas e homofóbicos feitos por colegas de sua turma. “Tinha que ser gorda, lésbica, despeitada e desbundada, sem amigos, pobre e bolsista”, dizia uma das mensagens que se referia à vítima. Termos depreciativos usados para fazer bullying foram compilados em um vídeo publicado no TikTok em agosto.

+ Os candidatos do Rio que lideram a corrida para o Senado nas Eleições 2022

Bolsista no colégio por ser filha de uma ex-funcionária, a jovem mora com a madrasta e a mãe, que relata já ter vivido também ataques de teor homofóbico durante sua época de estudante.

“É muito doloroso, me vejo tendo que revisitar dores do passado. Passei por isso durante toda a adolescência, sempre estudei em escola particular e ataques desse tipo eram constantes. Mas agora viver isso em família… Ter que ver uma filha passar pelas mesmas dores e muito pior, parece que machuca em dobro”, disse a mãe ao jornal Extra.

Compartilhe essa matéria via:

Para não deixar os ataques passarem impunes, as mães da adolescente foram até a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), nesta quarta (28), para dar queixa sobre o caso.

Segundo a mãe da jovem, mesmo após a escola ter realizado ações para combater o bullying, a jovem tem sofrido com problemas de autoconfiança e passou a receber acolhimento psicológico custeado pela família de duas a três vezes por semana.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.