Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Comemoração do Bicentenário da Independência começa na Quinta da Boa Vista

Espaço que abrigou a residência da Família Imperial terá monumentos como a Gruta e a Cascata, além da estátua de de Pedro II, reformados

Por Paula Autran 2 mar 2022, 11h05

O ano do Bicentenário da Independência do Brasil começa com uma grande ação de revitalização e conservação da Quinta da Boa Vista, que abrigou a residência da Família Imperial. A prefeitura do Rio abre nesta quarta (2) a licitação para execução dos serviços, que incluem a restauração de monumentos como a Gruta e a Cascata, criadas pelo paisagista francês Auguste François Marie Glaziou, considerado por Burle Marx o inventor do jardim tropical brasileiro. Ele foi contratado por D. Pedro II para executar projetos como os da reforma do Passeio Público e da própria Quinta. A estátua do último monarca do Império do Brasil que fica no local também passará por restauro. E os elementos em rocaille, como guarda-corpos das pontes e bancos, estão incluídos no pacote de reformas.

+ Quase 80% da rede hoteleira está ocupada para o Carnaval

A data para início dos trabalhos só poderá ser definida após o resultado da licitação e a assinatura do contrato.

“Nada mais justo do que celebrar o bicentenário da Independência do Brasil restaurando um espaço de grande valor histórico como a Quinta da Boa Vista, um dos maiores parques urbanos cariocas, que guarda recantos da época do Império”, diz a secretária de Conservação, Anna Laura Valente Secco, à frente do projeto.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

No dia 7 de setembro de 1822, às margens do Rio Ipiranga, Dom Pedro I proclamou a Independência do Brasil. Cem anos depois, em 1922, foi realizada uma “Exposição Universal” no Rio de Janeiro, então capital federal, que se destacou como a mais ambiciosa das atividades comemorativas então programadas. Dela participaram 14 países de três continentes. O Brasil teve 6.013 expositores, representando todos os estados da federação. Circularam pela exposição mais de 3 milhões de pessoas. Foi entre 7 de setembro de 1922 e 23 de março de 1923, e até hoje é considerada a maior exposição internacional realizada até hoje em terras brasileiras.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês