Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Baleia encalhada em Ipanema será retirada por guindaste

Frequentadores da praia aproveitavam o feriado quando foram surpreendidos com a presença da carcaça próximo à areia

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 15 nov 2017, 13h09 - Publicado em 15 nov 2017, 13h01

Os frequentadores da Praia do Arpoador, em Ipanema, na zona sul do Rio, foram surpreendidos esta manhã com uma baleia morta, encalhada, perto da arrebentação da praia. Eles acionaram o Corpo de Bombeiros, que deslocou uma equipe do Grupamento Marítimo de Copacabana (Gmar), que está no local fazendo o trabalho de prevenção, isolando a área.

Segundo biólogos da UERJ, a carcaça está sem pele e inchada, o que representa um avançado estado de decomposição. Um grupo de especialistas da UFRJ estão no local retirando amostras para análises sobre o motivo e o período da morte, que pode ter acontecido há cerca de uma semana ou mais. A baleia tinha cerca de 30 toneladas e media entre 13 a 15 metros de comprimento.

Neste momento, a presença do corpo encalhado atrai a curiosidade de banhistas que se concentram no Posto 8 da orla da Praia de Ipanema. A Guarda Civil do Rio ajuda no isolamento da área enquanto o corpo de bombeiros aguarda a chegada de um guindaste para a retirada do animal morto.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade