Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Ação contra suspeitos de violência doméstica prende 20 pessoas no Rio

Também são alvos da operação quem está em débito com pensão alimentícia

Por Agência Brasil Atualizado em 9 dez 2020, 12h42 - Publicado em 9 dez 2020, 12h40

Policiais civis do Departamento Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (DGPAM) da Polícia Civil do Rio de Janeiro realizaram  nesta quarta (9) uma operação para cumprir mandados de prisão contra suspeitos de violência contra a mulher. Também são alvos da operação pessoas em débito com pensão alimentícia.

+Covid-19: Rio registra quase 3 340 novos casos da doença

Até as 7h10 da manhã desta quarta, 20 pessoas já tinham sido presas, de acordo com informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Além de se cumprir a lei, a ação contra devedores de pensão alimentícia tem o objetivo de chamar a atenção para a paternidade irresponsável, em que o pai foge da obrigação de cuidar de seus filhos.

“De acordo com a diretora do DGPAM, delegada Sandra Ornellas, conforme dados do Instituto Brasileiro de Direito de Família, em 2019 havia no Brasil 5,5 milhões de crianças sem pai declarado em seus registros. A irresponsabilidade paternal faz com que a mulher acabe tendo que arcar sozinha com a responsabilidade relacionada aos filhos”, diz a nota da Polícia Civil.

+Coronavírus: Eduardo Paes diz que não pediu vacina para João Doria

A ação de hoje conta com a participação das 14 delegacias especiais de Atendimento à Mulher do estado do Rio.

+Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui  

Continua após a publicidade
Publicidade