Clique e assine por apenas 4,90/mês
Vanessa Aragão Por Vanessa Aragão, pesquisadora e instrutora de meditação Criadora do projeto Meditante Urbana

Exercícios para meditar e enfrentar a realidade do Covid-19

Aprenda práticas para você fazer quando se sentir fora do eixo ou em extrema angústia com o avalanche de informações sobre Coronavírus

Por Vanessa Aragão - Atualizado em 16 mar 2020, 19h44 - Publicado em 16 mar 2020, 19h42

O estresse é uma reação natural do corpo a uma suposta ameaça. Em situações de emergência, o instinto básico do ser humano é garantir a sobrevivência. Nos tempos primitivos, as ameaças exigiam reações físicas rápidas. Hoje elas exigem clareza mental. Quando a mente está confusa é muito difícil tomar decisões. Por isso, meditar vai ajudar você a enfrentar medos e a lidar com a ansiedade – a sua e das pessoas ao seu redor. 

O secretário estadual de Saúde do Rio, Edmar Santos, fez um apelo para que a população evite ao máximo sair de casa devido o aumento do número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (COVID-19). Use esse tempo para conhecer os hábitos dos seus pensamentos. 

É impossível mudar imediatamente tudo no mundo. Nós podemos mudar aquilo que o mundo causa em nós. Cada experiência nasce de duas vertentes: um fato (concreto e externo) e uma repercussão (sutil e interna). Ao alterar a repercussão, a nossa reação, podemos alterar a experiência de fatos imutáveis. E com essa força lidar com o momento presente com mais lucidez.

Compartilho aqui exercícios que todos podem experimentar. 


PAUSA NA VIDA
 

Essa é uma prática simples e breve. Tudo o que você vai fazer é parar e perceber o que está acontecendo em você. Primeiro, interrompa tudo o que estiver fazendo (mudando a marcha mental do fazer para o ser) e se pergunte:

a- o que está acontecendo em mim neste momento?

b- o que eu estou percebendo agora?

Em seguida, retome sua atividade. Aos poucos, esse exercício vai te ajudar a desenvolver o hábito de dar um passo para trás e sair do piloto automático das reações. Você vai aprender a deixar os sentimentos passarem, sem ser refém deles. Para desenvolver clareza mental, você precisa aprender a parar e a observar. De tão simples, essa prática se torna complexa. Não desista logo de cara.

Continua após a publicidade

Você pode praticar sempre que estiver ansioso, meio “fora do eixo”. 

 

RESPIRAÇÃO DO QUADRADO

Eu amo esse exercício de respiração. Você vai respirar sempre pelas narinas.
Quando inspirar, vai expandir o abdômen e contar em silêncio até 4. Depois, você vai fazer uma pausa
com os pulmões cheios de ar por mais 4 tempos.

Em seguida, exale contraindo o abdômen por mais 4. E por fim, faça uma pausa com os pulmões vazios por outros 4 tempos. Embarque nesse ciclo de 4:4:4:4 por 5 minutos. Se for muito intenso, você pode fazer em 3 tempos, sendo 3:3:3:3.

 

A estratégia mais poderosa que eu conheço para usar a mente a nosso favor é a meditação. A mente define a realidade que cada um vive a partir de sua perspectiva. O que uma pessoa acredita que seja, para ela é. 

Faça pausas conscientes e fortaleça a sua lucidez. Assim você vai ajudar toda a sua comunidade.


Vanessa Aragão é pesquisadora e instrutora de meditação e sound healing, com estudos no monastério Kopan e no Kathmandu Center of Healing, no Nepal. É criadora do Lab @meditanteurbana, onde orienta práticas para mente e o corpo com o som de taças tibetanas, no Rio e em São Paulo.

Continua após a publicidade
Publicidade