Antonia Pellegrino diz que Freixo ainda não assistiu O Mecanismo

"Ele está muito ocupado com a vida real”, disse a namorada do deputado estadual sobre o seriado que gerou até boicote à Netflix

Na semana passada, a Netflix virou alvo de uma onda de protestos virtuais por causa da série O Mecanismo, de José Padilha. Mesmo sendo “livremente inspirada em fatos reais”, a trama foi acusada de distorcer a realidade e manipular os fatos. “Tenho muito respeito pelo trabalho do Padilha, mas é muito fácil ele morar em Los Angeles e querer dizer para a gente o que é o Brasil”, disse a VEJA RIO a roteirista Antonia Pellegrino, que assinou filmes como Bruna Surfistinha e Tim Maia. Namorada do deputado estadual Marcelo Freixo, ela escreveu uma das críticas mais compartilhadas nas redes sociais. No textão de 56 linhas, chama o seriado de “panfleto fascista” e afirma que “o grande perigo da cabeça política de Padilha é que ele monta um time de craques, capazes de potencializar ao máximo sua tese ingênua, arrogante e perigosa”. Já o namorado não foi capaz de opinar: “O Marcelo não conseguiu ver tudo, ele está muito ocupado com a vida real”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Ramon Duarte

    WAGNER MOURA (Los Angeles) -SONIA BRAGA (Nova York) -CHICO BUARQUE (Paris) “São brasileiros que mesmo morando fora, lutam pelo Brasil! Vive Che!” -JOSÉ PADILHA (Los Angeles) “Ain, é muito fácil morar em Los Angeles e falar do Brasil e mimimi”