Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Paulo Gustavo: família faz apelo contra fake news que ‘noticiam’ sua morte

'É como uma flecha em nossos corações, já tão aflitos', escreveu Ju Amaral, irmã do ator, ao pedir empatia a quem compartilha informações falsas

Por Da Redação 13 abr 2021, 15h36

Como se não bastasse tudo o que vem passando há um mês, quando Paulo Gustavo foi internado num hospital de Copacabana para cuidar de complicações decorrentes da infecção pela Covid-19, a família do ator agora luta contra outro mal: as disseminações de fake news sobre seu quadro clínico. Em estado considerado “crítico”, de acordo com a equipe médica que o atende desde o dia 13 de março, o ator segue lutando bravamente contra a doença, mas não é raro ver compartilhamentos de “notícias” que anunciam sua morte. Irmã de Paulo, Ju Amaral publicou um apelo emocionado em suas redes.

Coronavírus: Rio tem mais mortes que nascimentos pelo sexto mês seguido

“Imagine-se passando pelo momento mais difícil da sua vida, na qual seu irmão, a pessoa mais importante para você, está lutando pela vida. Você precisa ser forte, tirar forças de lugares que nem sabia que tinha, para apoiar a sua mãe, uma senhora de idade que teme pela vida de seu filho. Agora, imagine-se passar por isso, tendo que constantemente ler notícias enganosas, como por exemplo, que seu irmão perdeu a batalha”, escreveu.

Onde está Franguinho? Calopsita some em Copacabana e dona se desespera

Ju também pediu empatia a quem divulga notícias falsas sobre seu irmão. “Eu suplico aos jornalistas que deixem de espalhar notícias falsas buscando ganhar cliques ou visibilidade às custas de nossa angústia e a dos fãs. Cada mensagem ou ligação que recebemos de algum parente ou amigo que leu alguma fake news, buscando esclarecer os fatos, vem como uma flecha em nossos corações, já tão aflitos”, disse. Dias antes, Thales Bretas também pediu aos fãs e aos amigos de seu marido que só levassem em consideração informações passadas por fontes oficiais, com a família e a assessoria de imprensa.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade