Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Ludmilla é a mulher negra mais ouvida do Brasil no Spotify

Com quase oito milhões de ouvintes mensais, a funkeira aparece em sétimo lugar no top 10 nacional da plataforma e ultrapassa fenômenos do pop e do sertanejo

Por Da Redação 11 mar 2021, 14h29

A estratégia de apostar em parcerias com outros artistas e diversificar o repertório deu certo. Com 7.775.268 ouvintes mensais, Ludmilla está no Top 10 dos artistas brasileiros mais tocados do Spotify. Entre as mulheres, ela é a segunda colocada, atrás da ex-amiga Anitta. 

Covid: pressionado, Paes mantém restrições mas amplia horário de bares

Com um projeto dedicado ao pagode (Numanice), e funks em que divide o protagonismo com nomes como Dennis DJ e Xamã (Deixa de Onda, com mais de 30 milhões de execuções ), e Major Lazer, Àttooxxá e Suku Ward (Pra te machucar, 10 milhões), Ludmilla conseguiu diversificar seu público e, assim, multiplicar os streams, aparecendo à frente de fenômenos do pop e do sertanejo, como Luísa Sonza e Marília Mendonça.

Não se adaptou: Adriano Imperador vende mansão e busca outra para comprar

Só com Rainha da Favela a funkeira teve mais de 100 milhões de plays na plataforma. Ela é a única negra da lista, encabeçada por Alok. Veja abaixo os dez mais:

1º Alok – 18.413.020
2º Anitta -15.090.364
3º Barões da Pisadinha – 9.058.503
4º Wesley Safadão – 8.454.025
5º Gusttavo Lima – 7.984.134
6º Vintage Culture – 7.841.245
7º Ludmilla – 7.775.268
8º Luísa Sonza – 7.728.129
9º Zé Neto & Cristiano – 7.706.248
10° Marília Mendonça – 7.629.35

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade