Clique e assine com até 65% de desconto

‘A Liesa é muito lenta’, reclama Gabriel David, da Beija-Flor

Filho de Anisio diz ter vontade de 'quebrar tudo de raiva', pela demora na definição sobre Carnaval; 'Estou ouvindo a ciência', diz presidente da Liga

Por Cleo Guimarães Atualizado em 11 nov 2020, 17h08 - Publicado em 11 nov 2020, 13h57

A demora da Liga das Escolas de Samba para decidir sobre a realização (ou não) dos desfiles de Carnaval em 2021 e a falta de definição de uma data para o evento, caso eles aconteçam, vêm sendo duramente criticadas por Gabriel David. Conselheiro da Beija-Flor e filho de Anisio Abraão David, ele usou as redes para demostrar sua irritação com a última reunião entre as escolas de samba, nesta segunda (9) em que, mais uma vez, nada foi definido.

Carnaval 2021: desfiles podem acontecer entre maio e julho, junto com SP

“Já era pra ter batido martelo, aberto venda de ingresso e patrocínio, mas a Liesa é muito lenta. Chega a ser bizarro”, escreveu. Gabriel participou da plenária e disse ter chegado em casa “quebrando tudo de raiva”. Ele afirma defender a realização do carnaval somente depois da vacina (mesma posição da Liesa), e critica a morosidade em dar um passo à frente. “Já tem informação suficiente sobre as vacinas pra gente poder se programar pra julho. Caso contrário, muito provavelmente o mundo já vai ter voltado com o entretenimento e o Carnaval vai ficar pra trás. Espero do fundo do meu coração que a Liesa não queira fazer isso com os sambistas”.

Contravenção: genro de Castor de Andrade é executado no Recreio

Presidente da Liga, Jorge Castanheira disse a VEJA RIO que “críticas são circunstâncias da vida” e que está em reunião permanente com as escolas de samba buscando alternativas para o Carnaval de 2021. “Estou ouvindo a ciência, tenho que agir com prudência e não posso tomar decisões precipitadas”, disse. Segundo Castanheira, “a solução para essa questão está bem próxima”.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade