Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Operação Lava Jato: Juiz Marcelo Bretas diz que teve celular clonado

Magistrado afirma que hackers teriam tentado acessar aplicativos de mensagens do aparelho

Por Cleo Guimarães 24 jul 2020, 15h56

Responsável pela Operação Lava Jato no Rio, o juiz Marcelo Bretas usou suas redes sociais nesta sexta (24) para anunciar que teve o seu celular clonado, inclusive com tentativas de acesso a aplicativos de mensagens do aparelho. O magistrado, responsável pelas condenações do ex-governador Sergio Cabral e pelo pedido de prisão que levou o ex-presidente Michel Temer à cadeia por seis dias no ano passado, pediu atenção para mensagens ou ligações atribuídas ao número dele enviadas na quarta (22), dia da invasão.

Coronavírus: praias da Zona Oeste bombam e vivem dia de verão; veja vídeo

View this post on Instagram

Publicado nesta data no Twitter (@mcbretas).

A post shared by Marcelo Bretas (@mcbretas) on

Continua após a publicidade
Publicidade