Continua após publicidade

Compositora e musa da Mangueira, Karinah luta por igualdade no samba

"Ainda há um universo patriarcal que infelizmente nos persegue até hoje", desabafa a artista que homenageará a canção Rio Antigo em desfile

Por Marcela Capobianco
Atualizado em 12 fev 2024, 20h20 - Publicado em 12 fev 2024, 19h00

Cantora, compositora e musa da Mangueira, Karinah virá cravejada de cristais tchéquios no desfile que celebra a vida a obra da cantora Alcione. VEJA Rio bateu um papo com a artista pré-Avenida. Confira abaixo.

Você usou um look belíssimo no Baile da Vogue. Consegue adiantar pra gente como vai ser a fantasia que vai usar no desfile da Mangueira?
A fantasia é inspirada na canção Rio Antigo, sucesso na voz de Alcione, que inclusive será o carro que irei representar. Ela foi desenhada pelo estilista Marcell Maia e confeccionada pela Michelly X cravejada de cristais vindos diretamente da Tchéquia. Um luxo, como a Mangueira merece!

Como é ser musa e compositora ao mesmo tempo? Como é o seu trabalho nos bastidores da Mangueira?
Em uma escola como a Mangueira, que acolhe e abre portas para as mulheres, me sinto muito bem e à vontade. Recebi o carinho e o apoio da comunidade, dos compositores e da presidenta Guanayra. Todos sabem o quanto as mulheres foram pioneiras e fizeram a diferença em toda a nossa história no samba, mas nem sempre foi assim. Ainda há um universo patriarcal que infelizmente nos persegue até hoje. Na Mangueira, estou em família! Nos bastidores, eu sou a madrinha. Estar nesse lugar é uma honra! Antes de ser musa da escola, eu cheguei na Mangueira pelo lado social. Meu propósito é fazer sempre a diferença na vida das pessoas, das crianças dessa comunidade tão alegre. Recebo sempre muito amor quando estou na Mangueira. A palavra “madrinha” já diz tudo: a gente dá amor e ajuda a cuidar.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Como é a sua preparação para estar em forma na Avenida?
Procuro estar bem. Ter saúde é muito mais importante para mim do que o corpo em si. Tenho uma equipe multidisciplinar composta por um nutrólogo, um cardiologista e uma personal trainer. São profissionais incríveis e supercompetentes, que estão sempre à frente cuidando da minha saúde para que eu tenha um bom desempenho em tudo o que faço. Sou artista, musa, madrinha, mas também sou mãe e administro muitas responsabilidades no dia a dia. E eu adoro ser tudo isso!

E os planos para a carreira pós-Carnaval? O que você pode adiantar pra gente?
Esse ano eu vou fazer música! Muita música! Vou produzir dois trabalhos audiovisuais muito especiais. Um deles contará com a direção de um artista que me inspira demais! Mas ainda é segredo! Estou contando os dias para poder compartilhar tudo! Eu também atuarei na co-produção de um documentário que irá percorrer vários estados desse nosso país tão vasto e rico.
Outra novidade super legal, e essa eu já posso contar: recebi um convite mais que especial para fazer parte do corpo de jurados do Prêmio da Música Brasileira. O convite foi feito pelo meu querido amigo Zé Maurício Machlini. É uma responsabilidade e um privilégio poder estar nesse lugar onde eu sempre quis chegar: lugar de reconhecimento. Estou muito animada e grata por tudo que está por vir!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.