Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Juliana Paes se liberta da chapinha e do cigarro na pandemia

Atriz fez a 'transição capilar' na quarentena: 'Várias mães me procuraram para dizer que conseguiram convencer a filha a parar de alisar', diz

Por Cleo Guimarães Atualizado em 14 ago 2020, 19h32 - Publicado em 14 ago 2020, 07h00

Em meio à multidão que declara que não vai sair igual da quarentena, destaca-se Juliana Paes. Prestes a reaparecer em dose dupla na Globo — além da reprise de A Força do Querer, ela estará na de Laços de Família, novela que marcou sua estreia na TV, em 2000 —, a atriz deixará o isolamento como uma orgulhosa ex-fumante e de cabelos naturalmente encaracolados.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Pode parecer “papo mulherzinha” mas há um dado curioso nessa mudança. Em vinte anos de carreira, Juliana lembra que todas as suas personagens — protagonistas ou coadjuvantes, ricas ou pobres — tinham o cabelo liso à custa de escovas e alisamentos quase ininterruptos. “Pouca gente já me viu assim, sem nada”, diz a musa cacheada, que encoraja todas as mulheres a fazer o mesmo. “Várias mães me procuraram nas redes para dizer que conseguiram convencer as filhas a parar de alisar. Achei lindo isso.”

Denilson Baniwa: a arte indígena ganha o mundo

Jéssica Ellen: vem aí o segundo CD da atriz de Amor de Mãe

Peçanha, o PM pouco ético do ‘Porta dos Fundos’, vira estrela de cinema

Rodrigo Hilbert: Justiça arquiva processo de maus-tratos a animal

Continua após a publicidade
Publicidade