Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Chico Buarque parte para o contra-ataque a perfil que divulgou fake news

'Brasil Resistente' acusava o cantor de receber dinheiro público durante o governo petista; Justiça quer os dados da página

Por Da Redação 29 jun 2021, 12h43

Chico Buarque conseguiu sua primeira vitória no processo que move contra o Facebook e o Google, por disseminarem conteúdo falso postado pelo perfil Brasil Resistente. O cantor e compositor pede na Justiça a remoção do conteúdo e a identificação do IP do responsável pela página de viés bolsonarista. Com mais de 100 mil seguidores, o Brasil Resistente publicou um post em que Chico aparece ao lado dos ex-presidentes Lula e Dilma, com a frase em letras garrafais “sentindo falta do dinheiro público, né, meu filho?”.

Orgulho carioca: chef do Rio figura em seleta lista mundial de talentos da gastronomia

A juíza Fernanda de Souza, do 6º Juizado Especial Cível, julgou procedente o pedido do músico e determinou que tanto o Google quanto o Facebook devem apresentar os registros de conexão e o endereço de IP do último acesso no perfil. O prazo estipulado é de dez dias, sob pena de multa diária de 5 000 reais.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade