Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

‘Foi arrasador’, diz Erasmo Carlos sobre descoberta de câncer no fígado

Músico conta que se curou após quatro anos de tratamento; 'Anuncio agora porque estou bom. É hora de falar com alegria. Não gosto de tristeza na minha vida'

Por Da Redação 1 jun 2021, 16h23

Erasmo Carlos está ansioso para o seu aniversário de 80 anos, neste sábado (5). Além de comemorar a data redonda, o compositor pode receber neste mesmo dia, a notícia que vem esperando há tempos: a cura definitiva de um câncer no fígado, detectado há quatro anos.

Pousada em Búzios avança sobre a areia e terá de demolir o que construiu

“Foi descoberto por acaso. Fui fazer um exame de pedra no rim e apareceu este tumor no fígado. Aí já fomos tratando. Fiz um procedimento chamado ablação, mas o câncer voltou depois. Então repetimos este tratamento e esta segunda vez foi arrasadora”, contou o músico ao jornal Extra.

Vida e obra de Gal Costa serão celebradas em fotobiografia

Indicada para tumores pequenos, a ablação costuma ser eficaz nesses quadros e, no caso de Erasmo, exames já apontaram a cura. O resultado definitivo do sucesso do tratamento, no entanto, vai ser revelado em sua próxima consulta médica, marcada para este sábado (5). Exatamente no seu aniversário de 80 anos.

Orgulho LGBTQIA+: hotéis, bares e outras atrações dão descontos em junho

Erasmo já enfrentou um câncer na garganta, duas décadas atrás e, à época, falou abertamente sobre a doença. Desta vez, não. “Minha vida é muito discreta. Já fui deslumbrado, não sou mais. Experiência e sabedoria vão vindo com a idade. Anuncio agora, porque estou bom. É hora de falar com alegria. Não gosto de tristeza na minha vida”, disse.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade
Publicidade