Continua após publicidade

‘Anitta butt tattoo’: revista americana repercute polêmica sobre sertanejos

Cantora e tatuagem no "tororó" são citados brevemente. Gusttavo Lima é descrito como "estrela do sertanejo" e Zé Neto, como "apoiador da extrema-direita"

Por Redação VEJA RIO Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 13 jun 2022, 17h11 - Publicado em 13 jun 2022, 17h06

Considerada a principal publicação da indústria musical do mundo, a revista norte-americana Billboard noticiou a polêmica envolvendo a tatuagem no “tororó” de Anitta e os cachês de artistas sertanejos pagos por prefeituras do Brasil.

+ Fim do mistério: Jorge Ben Jor toma quarta dose da vacina da Covid no Rio

Cabeçalho da revista Billboard, com uma foto de Anitta dançando no palco e o título:
Anitta: discussão que rendeu investigações sobre sertanejos foi parar na revista norte-americana – (Billboard/Reprodução)

“Será que a tatuagem na bunda de Anitta está sofrendo uma acusação injusta no debate sobre shows bancados pelo contribuinte no Brasil?”, diz o título da reportagem, assinada pela jornalista brasileira Beatriz Miranda.

Compartilhe essa matéria via:

A frase em inglês tem um trocadilho com a expressão “bum rap”, que signfica “acusação injusta”, e a palavra “bum”, que também pode significar “bumbum”.

+ Anitta, Alok e Dennis entram na onda dos cruzeiros com shows

“Um comentário recente sobre a tatuagem no bumbum de Anitta surpreendentemente levou a investigações sobre artistas locais de música country e uso indevido de verbas municipais no coração do agronegócio do Brasil”, diz o primeiro parágrafo da reportagem.

+ O funk carioca que foi parar na campanha de moda com a filha de Madonna

Continua após a publicidade

Anitta é mencionada brevemente, mas Gusttavo Lima é descrito como uma “estrela do sertanejo” que ficou quatro semanas na parada Billboard Global 200 com a música Bloqueado e é um dos artistas mais bem-pagos do país. Já Zé Neto é citado como “um apoiador da extrema-direita que queria deixar claro que ele e seu companheiro não precisavam de apoio do governo para fazer sucesso”.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.