Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

De Adriano Imperador para Simone Biles: ‘Não deixe te crucificarem’

Ídolo do Flamengo e da Inter de MIlão, ele abandonou a carreira em 2016 por causa de uma depressão e diz que até hoje é questionado por isso

Por Da Redação 29 jul 2021, 11h19

Cinco anos depois de ter optado por encerrar precocemente sua vitoriosa carreira no futebol, Adriano Imperador publicou em seu Instagram uma mensagem de apoio a Simone Biles: “Sei exatamente o que você está passando”, escreveu o atacante. Cotada para seis medalhas de ouro, Simone pediu para se afastar da competição na Olimpíada, já em andamento, para cuidar de sua saúde mental. “Não deixe as pessoas te crucificarem. Seja feliz e cuide da cabeça!”, postou o ex-atacante do Flamengo.

Rio tem 4º pôr do sol mais bonito do mundo, diz site; E a reação de Paes?

Antes de pendurar as chuteiras, Adriano, de 39 anos, passou por acompanhamento psicológico para tratar uma depressão, potencializada pela morte do pai. O rompimento do tendão de Aquiles, uma das piores lesões para um atleta profissional, agravou o quadro. Problemas na saúde física e mental o levaram então a exagerar na bebida, o que ele nunca negou: “Gosto de um danone”, afirmou algumas vezes, citando o apelido carinhoso dado à cerveja.

As lições na desistência de Simone Biles e na vitória de Ítalo Ferreira

O atacante fez um recente balanço de sua vida e carreira num depoimento publicado em maio passado pelo site The Player’s Tribune. “Nem todas as lesões são físicas, entende? Quando rompi o tendão de Aquiles em 2011? Cara, eu sabia que ali estava tudo acabado pra mim, fisicamente. Foi a mesma coisa quando meu pai morreu. Mas a cicatriz estava dentro de mim. ‘Cara, o que aconteceu com o Adriano?’ É muito simples. Tenho um buraco no tornozelo e outro na alma”, disse.

View this post on Instagram

A post shared by Adriano imperador (@adrianoimperador)

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade