Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Walter Goldfarb

Veja Rio:

Resenha por Rafael Teixeira

Em 1995, Walter Goldfarb exibiu seus trabalhos pela primeira vez ao público, no Centro Cultural Correios. Vinte anos depois, o artista plástico volta ao espaço para celebrar a efeméride com um apanhado de sua trajetória. Em Retrospectiva 1995-2015: Ela Não Gostava de Monet, o carioca mostra quarenta trabalhos, escolhidos pela curadora Vanda Klabin e pertencentes a coleções institucionais e particulares. A seleção recai sobre seis séries de obras: Teatros Bíblicos, Branca, Negra, Teatros do Corpo, Lisérgica e Brinquedo de Roda, a mais recente, inspirada nas cantigas de Heitor Villa-Lobos. As criações revelam o meticuloso trabalho artesanal de Goldfarb, com o emprego de técnicas variadas e incomuns, característica de sua trajetória. É o caso, por exemplo, de Paixão Delirante e Inquisição no Teatro Lisérgico (2010), trabalho de técnica mista produzido com fusain (um tipo de carvão), laca, óleo e acrílica sobre tela.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.