Clique e assine por apenas 4,90/mês

Todo o Dinheiro do Mundo

Veja Rio:

Resenha por Miguel Barbieri Jr

Ridley Scott tomou uma decisão arriscada. Todo o Dinheiro do Mundo estava montado quando o diretor tirou do filme Kevin Spacey, acusado de assédio, e refez suas cenas com Christopher Plummer. O substituto acabou indicado ao Oscar de ator coadjuvante. O resultado do longa, contudo, é de altos e baixos. Inspirado em caso real, trata-se do sequestro do neto do bilionário americano Jean Paul Getty (Plummer), em 1973. Levado por amadores de Roma para o sul da Itália, o adolescente (Charlie Plummer) era o xodó do avô, que se recusou a pagar o resgate. Separada do marido e com a guarda dos filhos, a mãe (Michelle Williams) contou com a ajuda do negociador de Getty (Mark Wahlberg) para libertar o garoto. O talento do realizador para construir um thriller pulsante se faz presente. O roteiro, porém, apenas rascunha personagens e situações. Direção: Ridley Scott (All the Money in the World, EUA, 2017, 132min). 16 anos.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.