Clique e assine por apenas 4,90/mês

Tempestade — Planeta em Fúria

Veja Rio:

Resenha por Miguel Barbieri Jr

Copyright 2017 WARNER BROS/Divulgação

Pelo trailer, Tempestade — Planeta em Fúria prometia um “disaster movie” na linha de 2012 e O Dia Depois de Amanhã. Que nada! Embora tenha meia dúzia de sequências de desastres naturais, o primeiro longa-metragem dirigido por Dean Devlin, roteirista e produtor de Independence Day, não passa de uma garoa fraca em meio aos maremotos dos filmes do gênero. A ação tem início em 2019, após tsunamis e temporais violentos arrasarem cidades inteiras. O experiente cientista Jake Lawson (Gerard Butler, na foto) criou, apoiado por uma equipe de estrangeiros, uma estação espacial com satélites que permitem controlar as tempestades no planeta. Demitido do cargo por seu próprio irmão (Jim Sturgess) por causa de sua intransigência, Jake é novamente recrutado, três anos depois, para verificar um defeito no equipamento espacial que anda fazendo estragos na Terra. Há uma traminha tola (e muitas vezes risível) que envolve o presidente americano (papel de Andy Garcia, o canastrão hors-concours do elenco), em meio a uma enxurrada de frases-clichês e tensão abaixo de zero. Direção: Dean Devlin (Geostorm, 109min). 12 anos.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.