Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Feito na América

Tipos de Gêneros dramáticos: Cinebiografia
Veja Rio:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Reprodução/Reprodução

Com idas, vindas e manobras quase inacreditáveis, a saga de Barry Seal deixa no chinelo muitas obras amalucadas de ficção. O piloto americano, retratado no thriller cômico Feito na América, circulou nos bastidores de alguns dos episódios mais marcantes do fim dos anos 70 e da década seguinte. Foi tratado como herói quando, ex-funcionário de uma empresa de aviação, atuou pela CIA em operações na América Central. Simultaneamente, participou de engenhoso esquema de tráfico com Pablo Escobar (!). O que lhe faltava em escrúpulos sobrava em malícia e entusiasmo, características que possivelmente atraíram o astro Tom Cruise, de 55 anos, ao projeto. O avesso do galã que o consagrou em Top Gun, de 1986, Seal encarnou os vícios e as loucuras da era Reagan: um tipo pragmático, amável (principalmente quando posava ao lado da esposa, Lucy, papel de Sarah Wright) e capaz de vender a alma para faturar alto. De carisma infalível, Cruise faz o público acreditar nos detalhes absurdos de uma história repleta deles. Já o diretor Doug Liman (de No Limite do Amanhã), craque em fitas de ação, ressalta o lado patético dessa trajetória ao alternar cenas documentais e sacadas visuais irreverentes. O paladar para a sátira política mostra-se afiado. Junto do ótimo diretor de fotografia César Charlone (Cidade de Deus), oxigena um roteiro que só comete um crime: seguir a fórmula manjada de produções sobre ascensão e decadência de figurões. Direção: Doug Liman (American Made, EUA, 2017, 115min). 16 anos.

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês