Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Clarice Lispector & Eu — O Mundo Não É Chato

Veja Rio:

Resenha por Renata Magalhães

A semelhança física entre a atriz e a personagem — curiosamente, também explorada por Beth Goulart em Simplesmente Eu, Clarice Lispector — realmente impressiona, mas não se trata de um torneio de sósias. Rita Elmor fez sua estreia profissional na peça Que Mistérios Tem Clarice?, em 1998, e volta ao universo da escritora como estrela de Clarice Lispector & Eu — O Mundo Não É Chato, em cartaz no Teatro Poeirinha. O monólogo escrito por Rita e dirigido de forma divertida por Rubens Camelo leva o público a participar de um bate-papo com a autora do romance A Hora da Estrela. A iluminação precisa de Paulo Denizot e o belo figurino de Mel Akerman dialogam perfeitamente com o impecável trabalho de corpo da atriz: ela mistura, com bem-vinda leveza, suas histórias pessoais e textos da homenageada, sem distinguir onde acabam umas e começam os outros. Esse mistério é parte da graça da montagem. Teatro Vannucci. Sexta e sábado, 19h; domingo, 18h30. R$ 80,00.

    info
  • Direção: Rubens Camelo
  • Duração: 60 minutos
  • Recomendação: 12 anos
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.