A Viagem de Fanny

Tipos de Gêneros dramáticos: Aventura
Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

(Reprodução)

Assim como o recente Os Meninos que Enganavam Nazistas, A Viagem de Fanny parte de um relato real sobre um episódio da II Guerra também ocorrido com crianças. Trata-se da história de Fanny Ben-Ami (papel de Léonie Souchaud, no centro da foto), que, aos 12 anos, foi deixada pelos pais, judeus, num internato no interior da França. Com o país ocupado pelos alemães, a garota, suas duas irmãs mais novas e um grupo de meninos e meninas vão de cidade em cidade para conseguir chegar à Suíça. Angustiante e aflitiva, a trama mostra o amadurecimento da protagonista e de seus colegas em meio a peraltices típicas da infância. Algo como endurecer mas sem perder a ternura. Direção: Lola Doillon (Le Voyage de Fanny, França/Bélgica, 2016, 94min). 10 anos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s