A Câmera de Claire

Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr

Após O Dia Depois, o diretor sul-coreano Hong Sang-soo está de volta com mais uma trama de realização minimalista. Poucos personagens e muitos diálogos compõem A Câmera de Claire. Ambientada em Cannes, a história tem início com a demissão de Manhee (Kim Minhee). Sua chefe faz com que ela perca o emprego por considerá-la desonesta. Enquanto isso, um cineasta conhece a poetisa Claire (Isabelle Huppert), que, com uma câmera de fotos instantâneas, clica desconhecidos. O roteiro embaralha os tempos, permitindo encontros e situações inusitadas. Mas, ao contrário do que fez em seu trabalho anterior, o realizador não consegue dar um desfecho à altura da inventiva construção narrativa. Direção: Hong Sang-soo (La Caméra de Claire, França/Coreia do Sul, 2017, 69min). 12 anos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s