Roteiro da semana

Shows

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

ÁUREA MARTINS. Revelada pelo programa Tribunal de Melodias, da Rádio Nacional, apresentado por Mário Lago e Paulo Gracindo, a intérprete de voz potente tem semana corrida: na terça (1º) é atração do projeto Sete em Ponto. Vai mostrar o repertório de seus dois primeiros discos e homenagens a Elizeth Cardoso e Johnny Alf, com participação da cantora Luiza Dionísio. Na sexta (4), no projeto Som em 4 Tempos, o programa é semelhante, mas a apresentação é mais intimista, na companhia apenas do pianista Zé Maria Camilotto Rocha. 14 anos. Teatro Carlos Gomes (685 lugares). Praça Tiradentes, 19, Centro, ☎ 2232-8701, ? Carioca. → Terça (1º), 19h. R$ 1,00. Bilheteria: 14h/18h (seg.); a partir das 14h (ter.). Livre. Sala Funarte Sidney Miller (125 lugares). Rua da Imprensa, 16, térreo, Centro, ☎ 2279-8104, ? Cinelândia. Sexta (4), 18h30. R$ 10,00.

BAPTISTE TROTIGNON. Leia em Veja Rio Recomenda. Livre. Theatro Municipal do Rio de Janeiro (2 361 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2299-1711, ? Cinelândia. Sexta (4), 20h. R$ 20,00 (galeria) a R$ 70,00 (plateia e balcão nobre). Bilheteria: 10h/17h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.). TT. Manobr.

COPACABANA CLUB. Em quatro anos de estrada, a banda curitibana ganhou prestígio com sua mistura de rock, música eletrônica e new wave. O maior sucesso é Just Do It que já fez parte de trilha sonora de comercial e valeu a indicação na categoria artista revelação no VMB 2009. Esta e outras músicas do CD de estreia, Tropical Splash, estão no roteiro do espetáculo. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎?2523-1204, ??General Osório. Sexta (4), 23h. R$ 30,00. www.studiorj.org.

DIA DA RUA. Em sua terceira edição, o evento idealizado pelo cantor e compositor Qinho e pelo ator e poeta Freddy Ribeiro leva à orla dez shows gratuitos de bons representantes da nova geração da música carioca. A primeira apresentação, da dupla Letuce, está marcada para as 16h, entre as ruas Jerônimo Monteiro e Rita Ludolf, no Leblon, A cada quinze minutos começa um novo show no quarteirão adiante, seguindo na direção do Arpoador até chegar ao Parque Garota de Ipanema, onde o cantor e compositor Qinho solta a voz às 18h. No percurso entre a primeira e a última atração, aparecem, pela ordem, Os Outros, Bondesom, Matheus Von Krüger, Tono, Do Amor, Mohandas, Fino Coletivo e As Chicas. Praias do Leblon e Ipanema. Domingo (6), 16h. Grátis.

EDU KRIEGER. Filho do compositor erudito Edino Krieger, o músico circula desenvolto por diferentes tribos da cena carioca. Munido de seu pouco comum violão de oito cordas, já dividiu o palco com artistas tão distintos quanto a performática Silvia Machete e o sambista Moyseis Marques. Um dos mais talentosos autores de sua geração, Krieger é a próxima atração do projeto Bossas da Primavera. Ao longo de novembro, reveza-se aos sábados com Rodrigo Maranhão. Aos domingos tem oficina de percussão com o Rio Maracatu. Livre. Quiosque do CCBB. Avenida Atlântica, quiosque 17 (na altura da Rua Siqueira Campos), Copacabana, ? Siqueira Campos. Sábado (5), 18h. Grátis.

EDUARDO RANGEL. O cantor e compositor brasiliense lança Estúdio, seu terceiro disco produzido por Leo Brandão. Figuram no repertório cinco das novas canções e outras mais antigas, como Viúva Negra, gravada por Edson Cordeiro. Ele sobe ao palco acompanhado de um quinteto que inclui violoncelo e sax. 14 anos. Solar de Botafogo (160 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2541-1941. Quarta (2), 21h30. R$ 40,00. www.solardebotafogo.com.br.

EMPOLGA ÀS 9. Tendo à frente as boas cantoras Magali e Hananza, o bloco carnavalesco surgido nas oficinas do Monobloco se apresenta em sua versão reduzida, com treze integrantes. Músicas como Feira de Mangaio, de Sivuca, e Dois Olhos Negros, de Lenine, ganham versões com forte acento percussivo. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎?2523-1204, ??General Osório. Sábado (5), 23h. R$ 30,00. www.studiorj.org.

ENCONTRO COM A AMÉRICA DO SUL. No mês em que Niterói faz aniversário, uma rica programação cultural gratuita agita a cidade. No primeiro fim de semana do evento, os principais destaques musicais são o experiente venezuelano José ?Chelique? Sarabia e a banda uruguaia Abuela Coca. Atração do Teatro Municipal de Niterói, Sarabia é autor de Ansiedad, que já foi regravada por centenas de artistas, entre eles Nat King Cole e Ray Conniff. Já o Abuela Coca mostra no palco do teatro do Espaço Cultural AMF Unimed a mistura de rock, reggae e candombe, ritmo tipicamente uruguaio de inspiração afro. 14 anos. Teatro Municipal de Niterói (400 lugares). Rua XV de Novembro, 35, Centro, Niterói, ☎ 2620-1624. Sábado (5), 20h. Grátis (distribuição de senhas meia hora antes). 14 anos. Espaço Cultural AMF Unimed (330 lugares). Avenida Roberto Silveira, 123, Icaraí, Niterói, ☎ 2710-1348/3522. Sábado (5) e domingo (6), 21h. Grátis (distribuição de senhas meia hora antes).

EXALTA REI. Sucesso no Carnaval carioca de 2009 com versões batuqueiras para canções de Roberto Carlos, o bloco também tem sua formação para shows. Outras majestades musicais foram incorporadas ao repertório, como Luiz Gonzaga, rei do baião, Michael Jackson, do pop, e Ray Charles, do soul. O conjunto aproveita para testar novas releituras de olho no próximo verão. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎?2523-1204, ??General Osório. Quinta (3), 23h. R$ 30,00. www.studiorj.org.

FESTIVAL CARIROCKA. O estranho trocadilho batiza o festival de rock com bandas independentes da cidade. Foram escaladas Dorgas, The Suncore Project, Tipo Uísque, R. Sigma e Rockz. 18 anos. Circo Voador (2 000 pessoas). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. Sexta (4), 23h. R$ 40,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); a partir de 12h (sex.). IC. www.circovoador.com.br.

GUSTTAVO CLARÃO. Autor de vários sambas vitoriosos na Estácio de Sá, uma das agremiações pioneiras do Carnaval carioca, o cavaquinista, cantor e compositor mostra repertório próprio no projeto Botequim da Rua Larga. Livre. Centro Cultural Light (182 lugares). Avenida Marechal Floriano, 168, Centro, ☎ 2211-7295. → Sexta (4), 18h30. Grátis (distribuição de senhas uma hora antes).

JOÃO PINHEIRO. Fã da cantora Sade, o vocalista que gravou um disco com sucessos da estrela anglo-nigeriana volta à Cinelândia para apresentar algumas canções desse trabalho e também de sua obra de estreia, Brasilidad. Uma novidade é Live Life, que lhe teria sido dada de presente pelo percussionista inglês Martin Ditcham, coautor de The Sweetest Taboo, um dos hits mais conhecidos da musa. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Terça (1º), 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (seg.); a partir de 15h (ter.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

JOSÉ HENRIQUE NOGUEIRA. Com produção musical do flautista David Ganc, Caiçara é uma homenagem do violonista a sua cidade natal, Cabo Frio. No lançamento do CD instrumental, ele terá a companhia de Ganc e de seu irmão, o violinista Daniel, além de Marcos Martins (guitarra) e Felipe Cotta (percussão). 12 anos. Espaço Rio Carioca (60 lugares). Rua Leite Leal, 45, Laranjeiras, ☎ 2225-7332. Sábado (4), 21h. R$ 20,00.

MARIANA BALTAR. Escoltada por Marcílio Lopes (bandolim), Jayme Vignoli (cavaquinho), Josimar Carneiro (violão), André Boxexa (bateria e percussão) e Magno Júlio (percussão), a cantora comanda um baile embalado por sambas, maxixes, forrós, frevos e marchinhas de Carnaval. 18 anos. Centro Cultural Carioca (200 lugares). Rua do Teatro, 37, Centro, ☎ 2252-6468, ? Carioca. Quinta (3), 20h30. R$ 20,00. Cd: R e V.

MARIANA DE MORAES. Depois de um início de carreira promissor, a neta de Vinicius de Moraes se retraiu e andou meio sumida. Após uma década sem maiores novidades, ela se prepara agora para lançar o segundo disco-solo, com produção de José Miguel Wisnik e Alê Siqueira. Antes, porém, sobe ao palco do Solar de Botafogo para prestar um tributo ao avô, e aproveita a ocasião para revelar parte do repertório do novo trabalho, que reúne inéditas de Adriana Calcanhotto, Rubinho Jacobina, Julio Dain e Domenico Lancellotti. 14 anos. Solar de Botafogo (160 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2541-1941. Terça (1º), 21h30. R$ 40,00.

MOACYR FRANCO. Atração do humorístico Praça da Alegria, no qual iniciou a carreira na TV nos anos 60, este artista mineiro despontou como cantor com a marchinha Me Dá um Dinheiro Aí. Com aparições bissextas no showbiz nestes últimos tempos, ele sai do casulo para fazer um espetáculo que mistura música e humor. No repertório estão sucessos de longa data, a exemplo de Suave É a Noite e Eu Nunca Mais Vou Te Esquecer. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quinta (3), 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (seg.); a partir de 15h (ter.). TT.

MUNDO LIVRE S/A. Ao lado do Nação Zumbi, que acompanhava Chico Science (1966-1997), o grupo é o principal representante do movimento mangue beat. Formado por Fred 04 (vocal, cavaquinho e guitarra), Areia (baixo), Xef Tony (bateria), Léo D (teclados) e Tom Rocha (percussão), o quinteto aproveita a participação na festa Coordenadas para lançar o elogiado Novas Lendas da Etnia ToshiBabba, que traz mais da boa mistura de ritmos regionais com guitarras distorcidas e investidas na área do tecnofrevo. Entre as inéditas figuram Ela É Indie, Black Label Ambient e Constelação Carinhoca. 16 anos. Vivo Rio (2 000 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Aterro do Flamengo, ☎ 2272-2900. Terça (1º), 22h. R$ 100,00 (2º lote) a R$ 160,00 (4º lote). Bilheteria: 12h/21h (seg.); a partir de 12h (ter.). Estac. c/manobr. (R$ 20,00). IR.

OOJAZZ. Ponto de encontro de amantes do jazz, a casa na Rua do Mercado tem jam session comandada por Altair Martins (trompete), Gallus Bachmann (clarinete), Pedro Aune (contrabaixo e tuba) e Pedro Araujo (banjo). Livre. Brasserie Rosário (96 lugares). Rua do Rosário, 34, Centro, ☎?2518-3533/3033. Quinta (3), 18h30. Grátis.

ORQUESTRA OURO NEGRO. Idealizado pelo violonista Mario Adnet e pelo saxofonista Zé Nogueira, o conjunto de quinze músicos de primeira linha foi criado para homenagear o maestro Moacir Santos. Obras-primas do mestre estão no programa do espetáculo, previsto para acontecer mensalmente na nova casa de shows da cidade. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎?2523-1204, ??General Osório. Terça (1º), 22h. R$ 50,00. www.studiorj.org.

ORQUESTRA DE SOPROS DA PRO ARTE. Com direção musical de Raimundo Nicioli e Fernando Trocado, os jovens estudantes de uma das mais conceituadas escolas de música da cidade homenageiam o violonista Guinga. Cada um dos catorze temas do repertório ganhou novo arranjo pelas mãos de músicos como o flautista Carlos Malta e o contrabaixista Zeca Assumpção. Participação do homenageado em Fonte Abandonada e Par Constante. Livre. Espaço Tom Jobim (500 lugares). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎?2274-7012. Quinta (3), 20h. R$ 30,00. Bilheteria: 14h/18h (ter. a qua.); a partir de 14h (qui.). IC →

PAULINHO GUITARRA. Fiel escudeiro do cantor, compositor e pianista Ed Motta, Paulinho sobe ao palco com Juliano Cândido (baixo) e Roberto Alemão (bateria) para testar temas de seu próximo disco, Romantic Lovers. Um dos pontos altos do show é a versão funkeada de These Boots Are Made for Walking, eternizada na voz de Nancy Sinatra. 18 anos. Santo Scenarium (120 lugares). Rua do Lavradio, 36, Centro, ☎ 3147-9007. Sábado (5), 21h30. R$ 10,00. Cc: todos. Cd: todos. santoscenarium.blogspot.com.

PEARL JAM. No ano em que Ten, álbum de estreia desta banda americana, completa vinte anos, o grupo volta ao Brasil para sua maior turnê, com quatro escalas no país, uma delas no Rio. A apresentação na Praça da Apoteose do grupo liderado pelo cantor e guitarrista Eddie Vedder já está com todos os 35 000 ingressos vendidos. Quem garantiu seu bilhete poderá conferir alguns dos maiores sucessos do conjunto, que sobressai como uma das boas crias da fértil cena grunge de Seattle. 12 anos. Praça da Apoteose (35 000 pessoas). Praça da Apoteose. Avenida Marquês de Sapucaí, s/nº, Catumbi, ☎ 4003-1527. Domingo (6), 20h.

PIXOTE. Com vinte anos de carreira, o quinteto de pagode lança o disco Fã e dedica-se a sucessos como Mande um Sinal, Brilho de Cristal e Razão de Viver. O MC Leozinho encerra a noite. 18 anos. Clube Monte Líbano (4 000 pessoas). Avenida Borges de Medeiros, 701, Lagoa. Informações, ☎?3439-2721. Sábado (5), 22h. Mulher: R$ 50,00. Homem: R$ 60,00. www.ingressocerto.com.

QUINTETO BOSSA?N JAZZ. Formado por Da Do (sax), Itamar Assiere (piano), Rômulo Gomes (baixo), Lucio Vieira (bateria) e Marcos Esguleba (percussão), o grupo lança Minha Cidade, com repertório dedicado a versões jazzísticas para temas da bossa nova. Livre. Sala Funarte Sidney Miller (125 lugares). Rua da Imprensa, 16, térreo, Centro, ☎ 2279-8104, ? Cinelândia. Quinta (3), 18h30. R$ 10,00.

RAY PIPPER. Australiano radicado no Canadá e apaixonado pela música brasileira. Com essas credenciais, o guitarrista apresenta seu jazz com pitadas de choro, bossa nova e samba, ao lado de Marcilio Lopes (bandolim), Rogerio Souza (violão de sete cordas) e João Hermeto (pandeiro). 18 anos. Santo Scenarium (120 lugares). Rua do Lavradio, 36, Centro, ☎ 3147-9007. Terça (1º), 18h30. R$ 10,00. Cc: todos. Cd: todos. santoscenarium.blogspot.com.

REVELAÇÃO. Cria das rodas de samba do subúrbio da Central, o grupo comandado por Xande de Pilares é o convidado do quinteto Samba pra Gente. A expectativa é que executem canções autorais e sucessos de Zeca Pagohino e Alcione. 18 anos. Quadra da Caprichosos de Pilares (2 000 pessoas). Rua Faleiro, 1, Pilares. Informações, ☎?3822-6246. Terça (1º), 22h. R$ 25,00.

RICKY VALLEN. De voz potente, o cantor volta ao palco da Cinelândia para o espetáculo Sei Lá. Além de canções em inglês (Empire State of Mind, de Alicia Keys) e francês (Non, Je Ne Regrette Rien, imortalizada por Edith Piaf), estão previstos hits que já emplacaram na TV, a exemplo de Vidro Fumê, Pra Ser Amor e Sonhos de Ícaro. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Sexta (4) e sábado (5), 19h30. R$ 60,00 (setor B) e R$ 70,00 (setor A). Bilheteria: 15h/21h (seg. a qui.); a partir de 15h (sex. e sáb.). TT.

RIO PARADA FUNK. O festival dedicado ao ritmo que foi recriado pelos cariocas ocupará um trecho da Avenida Rio Branco. Dez equipes de som, cinquenta DJs e quarenta MCs serão divididos de acordo com o estilo e a época com a qual se identificam. A ?velha guarda? do batidão se apresenta no palco montado próximo à estação Carioca do metrô. No palanque mais perto do Obelisco, na Cinelândia, ficam as gerações mais novas de funkeiros. Livre. Avenida Rio Branco, Centro. Domingo (30), 12h. Grátis.

SERESTA MODERNA. Formado por João Francisco Neves (voz e violão), Kelce Moraes (voz), Juli Mariano (voz e pesquisa), Biel Neves (piano e voz), Valdo Loureiro (baixo), Eziel Oliveira (sax e flauta) e Luiz Makarra (bateria e percussão), o conjunto lança o disco homônimo com parte das canções composta por um verdadeiro time dos sonhos: Chiquinha Gonzaga, Dorival Caymmi, Noel Rosa, Pixinguinha e Monsueto. A outra metade das faixas é de autoria de Neves. 18 anos. Bar do Tom (300 lugares). Rua Adalberto Ferreira, 32, Leblon, ☎?2274-4022. → Sexta (4), 22h. R$ 60,00 (setores par e ímpar) e R$ 70,00 (setores A e palco). Bilheteria: 9h/22h (seg. a qui.); a partir de 12h (sex.). Cd: todos. Estac. c/manobr. www.plataforma.com.

ZÉ MENEZES. Trata-se um dos artistas de carreira mais longeva na música brasileira. Nascido em 1921, o multi-instrumentista cearense está na estrada desde 1931. Aos 6 anos já tocava, e aos 8, viajou com a família até Juazeiro para apresentar uma canção a Padre Cícero. Na sequência da trajetória, exibiu-se em bailes e cinemas de Fortaleza, integrou o quinteto de Radamés Gnattali (1906-1988), tocou com Orlando Silva (1915-1978) e Roberto Carlos e compôs um tema para a abertura do programa Os Trapalhões. Esse rico personagem é a atração inicial do projeto Música no Jardim Botânico, acompanhado de Daniela Spielmann (sax e flauta), Marcelo Gonçalves (violão de sete cordas) e Beto Cazes (percussão). Participação do tecladista e acordeonista Marcos Nimrichter. Livre. Centro de Visitantes do Jardim Botânico (150 pessoas). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎?2274-7012. Sábado (5), 17h. Grátis (Distribuição de senhas meia hora antes). →

ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO. A dupla sertaneja comemora vinte anos de união com uma turnê que destaca grandes sucessos da carreira. Esses irmãos goianos fazem duas apresentações no Rio, com repertório que vai de hits antigos, como o grudento É o Amor, até outros mais recentes, caso de Mentes Tão Bem, uma das músicas mais executadas nas rádios na atual temporada. 15 anos. Citibank Hall (3 336 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra, ☎?4003-6464. Sexta (4) e sábado (5), 22h. R$ 70,00 (setor lateral) a R$ 180,00 (camarote e setor VIP). Bilheteria: 12h/20h (seg. a qui.); a partir das 12h (sex. e sáb.).

Cc: todos. Cd: R e V. TM. →?

EM CARTAZ

BOSSA JAZZ E MUITO MAIS. Radicado em Paris desde 1998, o saxofonista Raul Mascarenhas é atração do projeto idealizado por três amantes do jazz, entre eles o contrabaixista Reinaldo, humorista do grupo do Casseta e Planeta. Mascarenhas faz duas apresentações ao lado do conjunto Conexão Rio, de André Cechinel (piano e teclados), Fernando Barroso (baixo elétrico), Fernando Clark (violão e guitarra), João Franzen (sax alto), Di Stéffano (bateria) e Zero (percussão). 18 anos. Vizta (80 lugares). Avenida Delfim Moreira, 630, Leblon (Hotel Marina Palace), ☎?2172-1089. Sexta (4) e sábado (5), 21h30. R$ 30,00. →

VALE A VIAGEM

PARATY LATINO. Promovido pela consagrada casa paulistana Bourbon Street, o festival de música latina acontece em dois palcos da cidade fluminense, montados nas praças da Matriz, onde irão tocar as principais atrações, e Santa Rita. Na sexta (4), um espetáculo promissor: a Orquestra Buena Vista Social Club recebe a cantora cubana Omara Portuondo. No sábado (5), é a vez do grupo argentino Violentango, que faz releituras do gênero musical imortalizado por Carlos Gardel. O encerramento da noite cabe a Zeca Baleiro. No domingo (6), Paulinho Moska divide o palco com o guitarrista argentino Lisandro Aristimuño. Depois deles, entra em cena o cantor Fernando Ferrer, sobrinho do inesquecível cantor cubano Ibrahim Ferrer (1927-2005). Livre. Praça da Matriz. Sexta (4), 20h30; sábado (5) e domingo (6), 20h. Grátis; Praça Santa Rita. Sábado (5) e domingo (6), 16h. Grátis.

Fonte: VEJA RIO