ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

AL-FARABI. De olho no público da happy hour, o sebo começou a vender cervejas em 2007. Fez tanto sucesso que as oito marcas comercializadas inicialmente já ganharam a companhia de mais de noventa rótulos. É possível degustar as geladas no ambiente interno, que, apesar de repleto de livros antigos, não tem nada de empoeirado, ou na calçada em frente. Em constante renovação, a carta conta com a holandesa La Trappe Quadrupel (R$ 49,00, 750 mililitros), de coloração avermelhada e respeitáveis 10% de teor alcoólico. A versão escura da artesanal Paulistânia (R$ 11,00, 600 mililitros) é uma das pedidas mais em conta. Para acompanhar, batata calabresa (R$ 10,40 a porção) ou sanduíche. O de salsichão branco com queijo mussarela custa R$ 13,80. Rua do Rosário, 30 e 32, Centro, ☎ 2233-0879 (24 lugares). 10h/22h (seg. até 16h; sex. e sáb. até 17h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. www.alfarabi.com.br. Aberto em 2004.

ADEGA CESARI. Dentro do Cadeg (Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara), entreposto hortifrutigranjeiro em Benfica, fica de frente para o pátio onde se vendem flores. A estrela ali é a churrasqueira com capacidade para 62 espetos. Um dos carros-chefe, a picanha suína marca presença no churrasco misto (R$ 50,00, para três pessoas), ao lado de asas e sobrecoxas, linguiça, costela e maminha de alcatra, guarnecido de batata frita, arroz, feijão, farofa de ovo e molho à campanha. O mesmo corte é o ingrediente do sanduíche de maior saí­da, servido no pão francês por R$ 8,00. Para beber, cervejas em garrafa de 600 mililitros das marcas Bohemia e Antarctica Original (R$ 6,00 cada uma). Rua Capitão Félix, 110, Avenida Central, 71 (Cadeg), Benfica, ☎ 3890-2038. 19h/16h (fecha dom.). Estac. (Grátis). Cc: D, M e V. Cd: todos.

AMBRE CUISINE. No casarão de decoração moderna, a mesa coletiva logo à direita de quem entra e as cadeiras de acrílico em tons de rosa emprestam colorido ao espaço. Dois bons exemplares da carta de drinques são o rabit martini (R$ 18,00), que mistura sucos de laranja e de cenoura, vodca, rum, sal, pimenta-do-reino e noz-moscada, e o citrus jack (R$ 20,00), reunião de uísque, abacaxi, hortelã e Sprite. Bem seco, o croquete de queijo de coalho (R$ 21,00, quatro unidades) é acompanhado de melado. No ponto certo, a robata (espetinho) de mignon suíno, abacaxi grelhado e molho pesto (R$ 19,00) é outro destaque entre os tira-gostos, assim como o escondidinho de batata-baroa e carne de cordeiro (R$ 23,00). Rua Visconde Silva, 21, Botafogo, ☎ 2286-6904 (68 lugares). 18h30/1h (sex. e sáb. 18h/2h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 12,00). → ? ↔ Aberto em 2011.

ARCO-ÍRIS DA LAPA. Uma pequena distância separa os dois movimentados endereços. A matriz, na Avenida Mem de Sá há cinquenta anos, é ainda mais concorrida. Ponto de encontro e local propício para aquela escala antes de seguir para uma das muitas casas de show ao redor, o boteco vive lotado. A lista de cervejas tem Skol (R$ 7,00), Antarctica Original e Bohemia (R$ 8,00 cada uma). Para forrar o estômago, escolha entre a linguiça aperitivo com mel (R$ 23,00) e o escondidinho de camarão ou carne-seca (R$ 29,80 a porção). Avenida Mem de Sá, 72, Lapa, ☎ 2253-8908 (120 lugares). 7h/2h (qui. a sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. Rua do Lavradio, 202, Lapa, ☎ 2222-7278 (100 lugares). 7h/2h (qui. a sáb. até 4h; dom. 16h/2h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1960.

BAR DA PORTUGUESA. O ambiente é para lá de despojado e, apesar de não ser pequeno, grande parte da clientela prefere se acomodar em mesas do lado de fora. Preparados pela proprietária, a portuguesa Donzília Gomes, os salgadinhos são sensacionais. São petiscos como pastel de camarão com catupiry e bolinho de aipim com carne-seca, a R$ 3,20 cada um. O bolinho de bacalhau custa R$ 3,50. Servida aos domingos, a carnuda porção de torresmo (R$ 1,50) é imperdível. Para beber, peça cerveja das marcas Antarctica Original e Bohemia (R$ 5,20 a garrafa). Rua Custódio Nunes, 155, loja D, Ramos, ☎ 2260-8979 (70 lugares). 17h/0h (sex. até 2h; sáb. e dom. 11h/18h; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: R e V. Aberto em 1972.

BLACK BAR. Ao lado da boate Melt e na frente do badalado albergue Z.Bra, o pequeno ponto, sempre com fila na porta, atrai jovens em busca de paquera. Empreitada de dois sócios italianos, um brasileiro e uma francesa, tem fórmula de disco-bar: carta de drinques atraente e DJs atacando de música eletrônica. O salão conta com pufes e sofás, banhados por luz indireta. Feito de vodca Absolut, sour mix, tomate-cereja e cranberry, o la mia sicilia (R$ 22,00) é uma das dicas. Em garrafa long neck, há cervejas Cerpa (R$ 10,00) e Bohemia (R$ 8,00). Na parte comestível, os pastéis chegam à mesa em porção mista (R$ 23,90), com duas unidades de cada recheio: carne com gorgonzola, camarão com pupunha e queijo italiano caccio cavallo. Avenida General San Martin, 1219, Leblon, ☎ 3079-9581 (80 lugares). 20h/3h30 (dom. até 1h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 2011.

BOTECO COLARINHO. Para quem gosta de chopes diferentes, é o lugar certo. No total, há nove opções. O pilsen da Cidade Imperial (R$ 4,60 a tulipa) é o mais pedido, mas também cai bem o belga da Delirium Tremens (R$ 19,90, 300 mililitros). Feito com lúpulo checo, o Bamberg Camila Camila (R$ 6,40, 330 mililitros) pode acompanhar a recém-chegada empada aberta de frutos do mar (R$ 8,90), o camarão com catupiry empanado (R$ 7,90) ou o bolinho de feijoada (R$ 5,90), vendidos por unidade. Opção mais robusta, o contrafilé aperitivo na chapa com aipim e queijo custa R$ 34,90. Rua Nelson Mandela, 100, loja 127, Botafogo, ☎ 2286-5889, ? Botafogo (78 lugares). 12h/2h (seg. a partir das 17h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 2010.

CHAMPANHARIA OVELHA NEGRA. No casarão de ambiente retrô, decorado com azulejos azuis e brancos, a happy hour é das mais concorridas, como comprovam costumeiras filas na porta. Da banheira antiga repleta de gelo saem garrafas dos espumantes nacionais Salton Brut (R$ 39,00) e Casa Valduga Brut 130 (R$ 88,00), combustível para a azaração. A lista de champanhes legítimos inclui Louis Perdrier Brut Rosé (R$ 88,00). Enxuta, a seleção de tira-gostos dá conta do recado com quiche, nos sabores alho-poró, três queijos ou cebola, escoltada por salada verde (R$ 14,00), e tábua de salmão defumado, cream cheese e pepino em rodelas, acompanhada de pães preto e árabe (R$ 34,00). Rua Bambina, 120, Botafogo, ☎ 2226-1064, ? Botafogo (90 pessoas). 17h30/0h (fecha sáb. e dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2005.

CLUBE DO TACO. Reduto tradicional de entusiastas da sinuca, conta com oito mesas de dimensões oficiais sobre o charmoso piso xadrez. Os jogadores pagam R$ 15,00 por hora. Em respeito ao feltro das mesas, são oferecidas aulas aos iniciantes. Entre uma tacada e outra, os clientes bebem cerveja em garrafa das marcas Antarctica Original (R$ 7,00), Brahma, Skol e Antarctica (R$ 6,00 cada uma) e beliscam petiscos clássicos, como as porções de frango à passarinho (R$ 18,00), carne-seca acebolada com aipim (R$ 25,00) e calabresa flambada na vodca (R$ 20,00). Rua Barata Ribeiro, 655, loja E, Copacabana, ☎ 2255-4934 (30 lugares), ? Cantagalo. 14h/3h (dom. 16h/1h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ www.clubedotaco.com.br. Aberto em 1980.

COMBINADO CARIOCA. Belos azulejos de efeito côncavo nas paredes e o piso de ladrilho hidráulico foram escolhas acertadas. Mesmo a inevitável TV de plasma recebeu uma moldura escura que torna a sua presença mais discreta. Crocante, o bolinho de angu com rabada é vendido por R$ 4,00 (a unidade). Sequíssimo, o pastel de queijo (R$ 17,00, seis unidades) também vale a pedida, assim como a saborosa linguicinha de cordeiro (R$ 26,00 a porção). Carro-chefe local, o combinado carioca (R$ 38,00) é alentado: reúne batata frita, salada de repolho, cenoura, costelinha de porco e galeto. Escolhido o petisco, peça o bem tratado chope Brahma (R$ 4,50 a tulipa) ? uma câmara frigorífica conserva os barris. Rua Humaitá, 261, loja B, Humaitá, ☎ 3253-3210 (44 lugares). 8h/0h (seg. até 16h; sex. e sáb. até 2h). Cc: D, M e V. Cd: todos. → ? ↔ Aberto em 2011.

COSMOPOLITAN. Com decoração caprichada, segue a fórmula de boa parte dos bares do Centro: de dia serve almoço e no início da noite entra em cena a happy hour. Na quinta e na sexta um DJ desfia seleção eclética que vai do pop ao hip-hop. Drinque preferido das moças do seriado Sex and the City, o cosmopolitan (R$ 18,00) é preparado com suco de framboesa, vodca Absolut e Cointreau. Outra opção para meninas, o kir royal (R$ 18,00) mistura espumante e licor de cassis. Servido na caneca (350 mililitros), o chope Brahma custa R$ 4,30. Entre os tira-gostos há croquetes picantes de carne (R$ 13,00, oito unidades) e espetinho de frango grelhado com molho teriyaki e farofa de alho (R$ 17,00). Rua da Assembleia, 13, Centro, ☎ 2220-9008 (80 lugares), ? Carioca. 11h30/20h (qui. e sex. até 0h; fecha sáb. e dom.). Couvert art.: R$ 5,00 a R$ 12,00 (qui. e sex. a partir das 19h). Cc: todos. Cd: todos. www.cosmopolitanrio.com.br. Aberto em 2005.

DA GEMA. Alunos de gastronomia na Estácio de Sá, os quatro sócios resolveram arregaçar as mangas e tirar do papel o projeto de fim de curso: abrir um bar com alma carioca. A casa tem reproduções do calçadão de Copacabana e de painéis do profeta Gentileza. Inventivo, o cardápio está em constante transformação, mas já ostenta alguns clássicos. Um deles é o aipana (R$ 3,70), um bolinho de aipim e banana, recheado de linguiça e couve, tremendamente saboroso. Outra pedida criativa é a empada de rabada (R$ 3,70). Além de garrafas de 600 mililitros de Antarctica Original e Bohemia (R$ 6,50 cada uma), serve caprichada caipirinha (R$ 12,00) nos sabores limão, maracujá, abacaxi, morango ou kiwi. Rua Barão de Mesquita, 615, lojas C e D, ☎ 2208-9414 (60 lugares). 12h/0h (qui. até 1h; sex. e sáb. até 2h; dom. até 21h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2009.

ECLÉTICO. Oferece café da manhã e almoço, mas o forte é o movimento noturno, quando a luz é suavizada e o salão fica com cara de boate. Também entra em cena a Cia. Eclética,, formada por garçons cantores e dançarinos. O cardápio noturno inclui drinques próprios, como o passion fire (suco de maracujá, lichia, saquê e curaçao blue; R$ 16,50). Feita com picanha, a linguiça artesanal (R$ 35,00 a porção) é flambada na cachaça. Outra pedida para beliscar é o bolinho de aipim com carne-seca (R$ 23,00, seis unidades). A caldeireta do chope Brahma custa R$ 5,50. Avenida das Américas, 3434, bloco 4, loja 101 (Centro Comercial Mário Henrique Simonsen), Barra, ☎ 2439-0190 e 3431-3719 (450 pessoas). 8h/2h (seg. até 0h; sex. até 4h; sáb. 20h/4h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 5,00, preço único). Entrada: R$ 10,00 a R$ 35,00 (ter. a sáb. a partir das 20h). www.restauranteecletico.com.br. Aberto em 2006.

EMPÓRIO. Roqueiros de tribos e gerações variadas batem ponto por lá há décadas ? casais nasceram e se desfizeram nas mesas do casarão. No 2º andar, os shows são duplamente concorridos: o público prestigia e bandas fazem fila para tocar no pequeno palco. Marca registrada, o chope tango, misturado a groselha, custa R$ 5,00. O mesmo preço vale para a versão convencional, da Brahma. Completam o programa a tábua dos bruxos (R$ 24,00, com torrada de alho, pães, uma pasta, dois frios, dois queijos e um molho) e porções variadas, a exemplo da que traz cubos de frango empanados (R$ 15,00). Rua Maria Quitéria, 37, Ipanema, ☎ 3813-2526 (92 lugares). 20h/4h. Cd: todos. Entrada para shows no 2º andar: R$ 10,00. Aberto em 1982.

ERNESTO. Da cozinha saem pratos típicos da culinária alemã, terra natal dos primeiros proprietários, o casal Ernest e Martha Mehler (eles inauguraram a casa original em 1936, na Rua Teófilo Otoni). Para petiscar, é bem-vindo o croquete de carne (R$ 16,40 a porção com quatro). Kassler ou joelho de porco (R$ 34,50 cada um), com direito a uma guarnição ? repolho roxo, salada de batata ou batata salteada ?, são escolhas acertadas para fomes maiores. Incrementada, a carta de cervejas exibe mais de 100 rótulos. Merece atenção a belga Leffe, presente em suas cinco versões, com preços entre R$ 11,90 (a long neck da blonde ou da brune) e R$ 26,90 (a long neck da tripel ou da radieuse). Também tem chope da Brahma (R$ 5,30 a tulipa). Largo da Lapa, 41, Lapa, ☎ 2509-6455 (160 lugares). 11h/1h (fecha dom.). Cc: A, D e M. Cd: todos. Couvert art.: R$ 8,00 (qua. a partir das 19h). www.barernesto.com.br. Aberto em 1993.

ESPETTO CARIOCA. Num discreto centro comercial da Barra, tem na churrasqueira a carvão sua razão de ser. É dali que saem quarenta tipos de espetinho, a exemplo de costelinha suína (R$ 4,95), asinha de frango e medalhão de carne (R$ 5,95 cada um). Para beber, garrafas de cerveja Antarctica Original (R$ 7,50, 600 mililitros) são a alternativa ao chope Brahma (R$ 4,00 a tulipa). Avenida das Américas, 11889, Barra (Flags Center), ☎ 2498-3316 (40 lugares). 17h/2h (sáb. e dom. a partir das 12h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ www.espettocarioca.com.br. Aberto em 2010.

GALETOMANIA. Principal especialidade, como o nome escancara, o galeto é sempre crocante. Na versão simples, vale R$ 15,20 e vem escoltado por farofa e molho à campanha. Também se encontra a carne da ave no hambúrguer batizado de burgaleto (R$ 14,60). Para beber, chope Brahma (R$ 4,20 a tulipa). Rua Voluntários da Pátria, 448, lojas 16-A e 17-A (Cobal do Humaitá), Humaitá, ☎ 2537-5733 e 2527-0616. 12h/3h. Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 4,00 a primeira hora); Praça Varnhagen, 9, Tijuca, ☎ 2204-0444/0812 (400 lugares). 12h/3h. Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.galetomania.com.br. Mais dois endereços. Aberto em 1995.

MANOEL & JUAQUIM. Precursor dos botecos de rede, é uma criação do autor e diretor teatral Abílio Fernandes. Começou no Engenho de Dentro na década de 90 e se espalhou pela cidade com decoração e cardápio irreverentes. Entre as pedidas mais apetitosas estão os bolinhos de mandioquinha com queijo de coalho (R$ 18,00, seis unidades) e a linguiça na régua (R$ 19,40, 50 centímetros). O chope é Brahma (R$ 4,40 a tulipa). Aviso: os preços podem variar dependendo da filial. Rua Almirante Tamandaré, 77, Flamengo, ☎ 2556-7385, ? Largo do Machado (240 lugares). 11h/1h. Cc: todos. Cd: todos. → ?; Rua Pernambuco, 384, Engenho de Dentro, ☎ 2592-5131 (124 lugares). 17h/0h30h (sex. e sáb. até 1h30; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Mais oito endereços. www.manoelejuaquim.com.br. Aberto em 1994.

MOFO. Na Lapa, funciona como bar no 1º andar e espaço para shows no 2º, com apresentações de terça a sábado e repertório mais focado em MPB e pop rock. Para subir paga-se entrada. O chope da Brahma custa R$ 4,30 e costuma regar o bate-papo em torno de porções de croquete de carne (R$ 26,00, dez unidades) e de linguiça frita flambada na cachaça (R$ 25,00). Avenida Mem de Sá, 94, Lapa, ☎ 2221-9851 (80 lugares no 1º andar e 250 pessoas no 2º). 18h/2h30 (sex. e sáb. 4h30; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: todos. Entrada: R$ 10,00 (ter. a qui. e dom. a partir das 20h); R$ 20,00 (sex. e sáb. a partir das 20h). www.mofolapa.com.br. Aberto em 2008.

ROTA 66. A aposta na culinária tex-mex encontrou boa acolhida e o negócio espalhou-se pela cidade. A rede tem quatro filiais, além da matriz na Cobal do Humaitá, que foi reformada e ampliada. Na parte etílica há drinques gigantescos. À base de vodca, a taça de 2 litros de frozen de tangerina com morango (R$ 80,00) é novidade. A porção de nachos (R$ 20,00) chega à mesa acompanhada por queijo e molho salsa. Já o finger ribs, porção de costelinha suína servida no balde, custa R$ 26,00. Rua Voluntários da Pátria, 448, loja 8-A (Cobal do Humaitá), Humaitá, ☎ 2286-8487 (75 lugares). 11h30/ 2h30. Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 4,00 a primeira hora) ↔; Rua Almirante João Cândido Brasil, 35, Tijuca, ☎ 2254-4219 (250 lugares). 11h30/2h30 (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. → ↔ www.restauranterota66.com.br. Mais três endereços. Aberto em 2001.

TASCA DO EDGAR. Depois de uma boa reforma, a casa do português Edgar Costa ganhou chamativo painel colorido. A iluminação fria foi substituída por outra mais suave e as mesas voltaram a encher. Na cozinha houve poucas mudanças. Domingo é dia da caprichada feijoada de frutos do mar (R$ 60,00, para quatro; R$ 40,00, para dois), sucesso absoluto, com pedaços generosos de polvo, lula, camarão e peixe. Entre os petiscos, vá de bolinho de aipim com carne-seca (R$ 15,00) ou linguiça calabresa levemente picante (R$ 15,00). Ambos ficam bem ao lado do chope Brahma gelado (R$ 4,00 a tulipa). Rua Alice, 34, Laranjeiras, ☎ 2558-9447 e 2225-0068 (72 lugares). 8h/1h (qui. a sáb. até 2h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2004.

Fonte: VEJA RIO