Fim de semana comemorativo tem shows, exposições e passeios

Últimos dias do mês de março contam com intensa programação especial de 450 anos

Por: Redação VEJA RIO - Atualizado em

Arquivo nacional abriga a exposição ‘Rio 1908: a cidade de portos abertos’
Arquivo nacional abriga a exposição ‘Rio 1908: a cidade de portos abertos’ (Foto: Arquivo Nacional)

O mês de março foi marcado por inúmeras comemorações pelos 450 anos do Rio e no seu último fim de semana, batizado de Aquele Abraço, não poderia ser diferente. Na programação, shows, exposições e passeios guiados que estimulam a reflexão sobre a história e o desenvolvimento da Cidade. A agenda intensa de celebrações vai até o fim do ano. 

+ 450 formas de curtir o Rio

+ Feiras de moda e arte animam o fim de semana

Confira abaixo a programação:

MÚSICA:

  • Marcos Valle: show com o cantor, compositor e autor de mais de 500 canções que foram gravadas por artistas como Jay Z, Sarah Vaughan, Dizzy Gillespie, Dave Brubeck, Astrud Gilberto, Sérgio Mendes. Dia 28 de março, sábado, às 21h. R$ 70. Imperator – Centro Cultural João Nogueira. Classificação: 16 anos.

  • Projeto Música no Museu:  o projeto encerra suas homenagens aos 450 anos da Cidade com concertos na sexta-feira às 12h30 no Museu Histórico Nacional, no sábado às 17h no Palácio São Clemente - Consulado de Portugal, no domingo às 11h30 no Museu de Arte Moderna e terça-feira às 18h no Museu do Exército, no Forte de Copacabana. Desde 1997, o projeto Música no Museu leva concertos para museus e outras instituições culturais a fim de estimular a visitação destes espaços e o gosto pela música clássica. Classificação: livre.

  • Amanda Chaves: show com a cantora que apresenta um repertório que vai do jazz ao reggae, da MPB ao blues. Dia 26 de março, quinta-feira, às 19h30. R$ 20. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

  • María Toro: show com a espanhola que tem uma destacada trajetória no flamenco e no jazz. Ela combina seu trabalho em companhias da Espanha e a Suíça com a sua carreira no Rio e em Nova York, onde tem se apresentado com artistas como Jack de Jonette, Richard Bona ou Jorge Pardo. Dia 28 de março, sábado, às 19h30. R$ 20. Centro Municipal de Referência da Música Carioca. Classificação: livre.

  • Imperator Novo Rock: A história do Imperator com o rock começou nos anos 50 e 60, quando jovens se reuniam em frente ao então cinema para desfilar com lambretas e ouvir música. E para continuar essa história que o Imperator Novo Rock surge, unindo o passado ao presente. Nesta edição, o evento apresenta as bandas Plastic Fire e Diabo Verde. O evento conta com as intervenções de vídeo-projeção do VJ Luciano Cian e com sets na abertura e no intervalo de um DJ Terror. Dia 26 de março, quinta-feira, às 20h. R$ 10. (meia-entrada válida também com 1kg de alimento). Imperator – Centro Cultural João Nogueira. Classificação: 16 anos.

  • Intercâmbio Cultural Oito Baixos e Acordeon: o grupo Originais do Sudeste promove oficina de percussão gonzagueando e apresenta seus convidados. Dia 28 de março, sábado, das 14h às 20h. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo. Classificação: livre.

ARTES:

  • Exposição ‘Memórias do Boto’

  •  Exposição ‘Rio 1908: a cidade de portos abertos’: A mostra reúne cento e catorze imagens do Rio de Janeiro entre desenhos e plantas originais da Comissão Construtora da Avenida Central, documentos do arquivo privado do presidente Afonso Pena, do Ministério da Indústria, Viação e Obras Públicas, além da iconografia presente em livros raros e de uma série de estereoscopias da primeira década do século XX, conservados em sua totalidade pela Instituição.Arquivo Nacional. Praça da República, 173 - Centro. Classificação: livre.Do dia 26 de março até julho
  • Exposição ‘O Rio de Machado de Assis e Seus Melhores Poemas’

  • Exposição ‘RIOARTE 45º’: em comemoração aos 450 anos de fundação da Cidade do Rio de Janeiro, a coletiva apresenta o que se produz, atualmente, em pintura e gravura, com a curadoria de Eliane Santos. Participam da mostra: André de Miranda, Bárbara Sotério, Cláudia Tolentino, Deneir, Eliane Santos, Fernando Campos Maia, Floriano Duarte, Heloísa Pires Ferreira, João Moura, Márcio Goldzweig, Sérgio Sal, Rafael Bteshe, Renata Botelho, Renata Pinto e Ricardo Pereira. Abertura do dia 28 de março, sábado, às 18h. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo. Classificação: livre.

  • Exposição ‘Retratos Cariocas’: exposição em homenagem ao Rio de Janeiro. O carioca desconhecido e a personalidade carioca, todos misturados em vídeos-depoimentos que contam uma parte da história e da própria cidade. Por meio de instalações sensoriais – construídas a partir de vídeos e áudios - a exposição Retratos Cariocas homenageia essa fusão de raças e culturas que faz parte do cenário do Rio de Janeiro. Uma malha complexa e pulsante que a própria geografia da cidade ajudou a construir, espremendo e misturando cores e crenças entre o mar e a montanha. A mostra é uma homenagem a essa mistura legítima, um retrato imersivo na alma do carioca. Curadoria de Luciano Cian. Abertura no dia 1º de março, domingo, às 18h. Imperator – Centro Cultural João Nogueira. Classificação: livre.

  • Exposição ‘Um Palácio Carioca na Boa Vista da Cidade’: Exposição temporária que apresenta as transformações ocorridas no Palácio de São Cristóvão (hoje sede do Museu Nacional/UFRJ) e seus arredores ao longo desse período.Quinta da Boa Vista, s/nº – Bairro Imperial de São Cristóvão, Rio de Janeiro. Classificação: livre.De 26 de março a 26 de abril  

PEÇAS TEATRAIS

  • ‘Romanceiro Popular - Uma Homenagem à Ariano Suassuna’: o Sol se põe em Taperoá, e na cadeia da cidade está Catolé que escuta a chegada do Circo Teatro no Sertão. Ele, então, mergulha nas memórias de seu tempo de artista e entra num mundo mágico, onde tudo pode acontecer. Uma história sobre a força da amizade, do amor e da arte. Dias 27 de março, sexta-feira, às 15h e às 20h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. R$ 20. Classificação: 12 anos.

  • ‘Bom Crioulo’: uma livre adaptação do romance Bom-Crioulo, de Adolfo Caminha. Considerado um mito da literatura brasileira, no qual aparece, pela primeira vez um protagonista negro e homossexual. A peça narra a história de amor entre o jovem Aleixo e o marinheiro negro Amaro. Dia 28 de março, sábado, às 15h e às 20h,  na Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: 12 anos.

  • Capitán:  espetáculo argentino dentro do Festival Dois Pontos, com a Companhia Timbre 4. De 26 a 28 de março, de quinta-feira a sábado, às 20h. R$ 10. Teatro Municipal Café Pequeno. Classificação: 18 anos.

  • Encontros com Theatrum: uma vez por mês o TheatrumMundi convida um profissional das Artes Cênicas para dividir suas experiências profissionais e contar um pouco sobre seu método de trabalho. Aberto a toda comunidade o “Encontros com o Theatrum 2015” abre espaço para o conhecimento e a reflexão das diferentes linhas artísticas que compõem o panorama do Teatro carioca. Dia 26 de março, quinta-feira, às  20h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

OFICINAS

  • ‘Resistência Cultural – Mulher em foco’: a 7º edição do festival apresenta uma programação especial voltada para o público feminino. Uma singela homenagem as mulheres, que a séculos resistem aos padrões culturais machistas da sociedade. Intervenções poéticas, com microfone aberto. Exposição: John Yabeta.  Oficinas: Moda e beleza. Performance e Dança: Cia Daniela Fernandes. Show: Banda Dona Penha + Convidados. Dia 29 de março, domingo, às 17h. Arena Carioca Carlos Roberto de Oliveira – Dicró. Classificação: livre.

  • ‘Contos no Castelo’: encontros de contação de histórias sobre reis, rainhas, bruxas, príncipes, cavalarias, entre outros. Os encontros fazem do Castelinho do Flamengo o cenários ideal para estimular a imaginação com histórias de aventura e mistério. O evento está aberto ao público de todas as idades. Dias 22 e 29 de março, domingos, às 11h. Centro Cultural Municipal Oduvaldo Vianna Filho (Castelinho do Flamengo). Classificação: livre.

  • ‘Roda de Canto e Poesia’: apresentação musical de pessoas da comunidade. Coordenado por Mariá Nogueira. Dia 26 de março, quinta-feira, das 13h30 às 17h.          Contribuição facultativa de R$ 1 a R$ 5.

  • ‘Balé das Iyabás’: oficina Vivências do Balé, com o tema “Reflexões sobre o Protagonismo da Mulher, entre mitos, danças, trocas e experiências.” Oficina com dinâmicas de interação entre os mitos Yorubanos referentes às Iyabás – Orixás femininas cultuadas no Brasil - e suas semelhanças com ações cotidianas, propondo analisar aspectos políticos, sociais e culturais das mulheres no nosso dia-a-dia. Dia 28 de março, sábado, das 10h às 13h30. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo. Classificação: 16 anos.

  • ‘Encontros de Contato Improvisação’: oficina de dança que motiva a  percepção e consciência corporal, o espaço físico, a gravidade, a pausa e fluxo de energia para uma melhor improvisação. Dia 29 de março, domingo, das 14h às 21h30. Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo. Classificação: 14 anos.

PASSEIOS

ESPORTES

  • ‘Circuito Barra Run’: São seis etapas de corridas curtas de 5 quilômetros, realizadas em três condomínios da Barra e do Recreio: Novo Leblon, Península e Rio2. A ideia é promover uma corrida familiar e que as crianças sejam incentivadas desde cedo a praticar espotes. A largada será às 8h atrás do Shopping Rio Design Barra. Inscrições pelo site www.barrarun.com.br.Datas: 29 de março - Novo Leblon; 3 de maio - Península/Recreio; 19 de julho - Rio2; 06 de setembro - Península; 21 de novembro – Recreio

Fonte: VEJA RIO