GRÁTIS

É de graça

Listamos 46 atrações gratuitas que acontecem até domingo na cidade. Curta VEJA Rio no Facebook e receba essa programação semanalmente!

- Atualizado em

TEATRO

FESTLIP ? FESTIVAL DE TEATRO DA LÍNGUA PORTUGUESA

O ARMÁRIO E A CAMA, de José Mena Abrantes. Comédia. Produção do grupo angolano Elinga Teatro, de Luanda. O elenco formado por Anabela Vandiane, Vírgula Capomba, Adorado Mara, Cláudia Mazolelua e Nelson Odalisca apresenta este bem-humorado espetáculo que aborda os equívocos do amor e da amizade. Na trama, em torno de um suposto triângulo amoroso em que nada é o que parece, são explorados conflitos entre casais e seus melhores amigos. Direção de Rogério de Carvalho (75min). 14 anos. Espaço Sesc ? Sala Multiuso (80 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2547-0156. → Quinta (21) e sexta (22), 20h. Grátis. Bilheteria: a partir das 19h (qui. e sex.). Distribuição de senhas uma hora antes.

CIDADE VELHA, de Jeffery Hessney. Drama. Espetáculo da Companhia Raiz di Polon, de Cabo Verde, que alterna dramaturgia com números de dança para narrar as fomes que assolaram o arquipélago de seu povoamento, em 1462, até a sua independência, em 1975. No elenco estão Rosy Timas Tavares, Susana Quaresma, José Rui Mendes Cardoso, Djamilson Pereira Barreto, Luís da Rosa e Carlos Oliveira. Direção de Mano Preto (45min). 14 anos. Caixa Cultural ? Teatro Nelson Rodrigues (388 lugares). Avenida República do Chile, 230, Centro, ☎ 2262-8152, ? Carioca. → Sábado (23) e domingo (24), 19h30. Grátis. Bilheteria: a partir das 18h30 (sáb. e dom.). Distribuição de senhas uma hora antes.

HOTEL KOMARKA, de Flávio Ferrão. Drama. Espetáculo do Grupo Teatral Henrique Artes, de Angola. Ambientada numa prisão, a trama com Silvio Emerson, Adilson Vunge, Benjamim Ferrão, José Maria, Raul Lourenço, Samuel Viegas, Ailton Silveiro, Naed Branco e Suelma Mario desenrola-se numa cela onde sete detentos revivem emoções, sonhos e aventuras. Direção do autor (90min). 18 anos. Sesc Tijuca ? Teatro I (259 lugares). Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca, ☎ 3238-2100. Sábado (23) e domingo (24), 20h. Grátis. Bilheteria: a partir das 19h (sáb. e dom.). Distribuição de senhas uma hora antes.

IMPROVISOS, criação coletiva. Comédia. Segundo espetáculo da companhia Mundo Improviso, de Portugal, integrada pelos atores Pedro Borges, Marta Borges e Telmo Ramalho. Apoiado apenas por três cadeiras, o trio de comediantes desenvolve em tempo real esquetes baseados em temas sugeridos pela plateia, que podem ser uma palavra, uma frase, um objeto, uma expressão popular ou um provérbio. Na apresentação está prevista a participação dos colegas brasileiros Pedro Cardoso e Graziella Moretto. Direção de Pedro Borges (75min). 14 anos. Espaço Sesc ? Sala Multiuso (80 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2547-0156. → Sábado (23), 20h; domingo (24), 18h. Grátis. Bilheteria: a partir das 19h (sáb.); a partir das 17h (dom.). Distribuição de senhas uma hora antes.

UM HOMEM, UMA MULHER E UM FRIGORÍFICO, de Mário Lúcio Sousa. Drama da Companhia de Teatro Sikinada, de Cabo Verde. Raquel Monteiro e Valdir Brito encenam a trama sobre um casal que celebra suas bodas de prata (o 25º aniversário de matrimônio). Para agradar a mulher, o marido a presenteia com uma geladeira, ponto de partida para os dois discutirem a relação, abordando temas como sexualidade, frustrações e sonhos em comum. Direção de João Paulo Brito (55min). 18 anos. Sesc Tijuca ? Teatro I (259 lugares). Rua Barão de Mes¬quita, 539, Tijuca, ☎ 3238-2100. Quinta (21) e sexta (22), 20h. Grátis. Bilheteria: a partir das 19h (qui. e sex.). Distribuição de senhas uma hora antes.

MEMORIA DAS MEMORIAS DUN NENO LABREGO, de Cándido Pazó, adaptado do best-seller Memorias dun Neno Labrego, de Xosé Neira Vilas. Monólogo montado pela companhia galega Abrapalabra Crea¬cións Escénicas, sediada em Santiago de Compostela, na Espanha. Pazó defende no palco a obra mais lida na Galícia, que conta a história de um menino camponês nos anos 40. Miséria, injustiça, ilusões e esperança são alguns dos temas abordados com humor e emoção. Direção do intérprete (90min). Livre. Teatro Carlos Gomes (685 lugares). Praça Tiradentes, 19, Centro, ☎ 2232-8701. Sábado (23), 20h; domingo (24), 19h. Grátis. Bilheteria: a partir das 19h (sáb.); a partir das 18h (dom.). Distribuição de senhas uma hora antes.

MULHER ASFALTO, de Alain Kamal Martial. Drama encenado pela Companhia Kuvona, de Moçambique. Acompanhada pelos atores Celso Durão e Ras Haitrm, Lucrécia Paco interpreta uma prostituta que rompe o silêncio e luta para existir como ser humano, ao mesmo tempo em que seu corpo é vendido e violentado. Direção de Lucrécia Paco (105min). 18 anos. Sesc Rio Casa da Gávea (80 lugares). Praça Santos Dumont, 116, Gávea, ☎ 2239-3511. Quinta (21) a sábado (23), 20h. Grátis. Bilheteria: a partir das 19h30 (qui. a sáb.). Distribuição de senhas uma hora antes.

NOVECENTOS, O PIANISTA DO OCEANO, de Alessandro Baricco. Fábula. Montagem da companhia Peripécia Teatro, de Portugal. Os atores Sérgio Agostinho e Ángel Fragua interpretam dois velhos músicos que contam a incrível história de Novecentos, um extraordinário pianista que nasceu a bordo do navio Virginian e jamais pôs os pés em terra firme. Direção de Noelia Domínguez (90min). Livre. Teatro Carlos Gomes (685 lugares). Praça Tiradentes, 19, Centro, ☎ 2232-8701. Quinta (21), 19h; sexta (22), 20h. Grátis. Bilheteria: a partir das 18h (qui.); a partir das 19h (sex.). Distribuição de senhas uma hora antes.

SER MULHER, de Cândida Bila. Drama do repertório da Companhia de Teatro Kudumba, de Moçambique. Acompanhada pelo elenco formado por Margarida Madina, Messias Grachane, Nilza Utui, Raymundo Manuel, Amina Abudo e Paulo Sérgio, Cândida Bila apresenta o espetáculo que pretende ser um grito de liberdade e de alerta para a conscientização sobre o direito da mulher sobre suas próprias escolhas. Direção da autora (75min). 14 anos. Caixa Cultural ? Teatro Nelson Rodrigues (388 lugares). Avenida República do Chile, 230, Centro, ☎ 2262-8152, ? Carioca. → Quinta (21) e sexta (22), 19h30. Grátis. Bilheteria: a partir das 18h30 (qui. e sex.). Distribuição de senhas uma hora antes.

EXPOSIÇÕES

O BENIN, ANCESTRALIDADE E CONTEMPORANEIDADE. Artista plástico e diretor do Museu Afro Brasil, Emanoel Araujo é o curador da coletiva que reúne obras de nove artistas do Benin, país africano que é um dos berços da nação brasileira. No acervo estarão 300 trabalhos em variados suportes de Alphonse Yémadjé, Charles Placide, Cyprien Tokoudagba, Dominique Zinkpe, Gérard Quenum, Kifouli Dossou, Tchif, Tokoudagba e Edwige Aplogan. Centro de Arte Hélio Oiticica, Rua Luís de Camões, 68, Praça Tiradentes, ☎ 2242-1012, ? Presidente Vargas, → Terça a sexta, 11h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 4 de setembro. A partir de quarta (20).

COTIDIANO E MOBILIDADE ? DIALETO VIII. São duas coletivas organizadas pela Escola de Artes Visuais do Parque Lage. A primeira apresentará trabalhos de onze artistas, entre vídeos, imagens fotográficas e digitais, além de instalações. No acervo selecionado pelo Núcleo de Arte e Tecnologia da EAV estarão criações de nomes como Bia Amaral, Giodana Holanda, Lídice Matos e Tania Queiroz, distribuídos pelas galerias 1 e 2. Dialeto VIII ocupará a Galeria EAV com trabalhos recentes de Carli Portella, Lia do Rio, Monica Mansur, Nelson Augusto e Pedro Paulo Domingues. Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, ☎ 3257-1800. Segunda a quinta, 9h às 22h; sexta a domingo e feriados, 10h às 17h. Grátis. Até 28 de agosto. A partir de sábado (23). www.eavparquelage.rj.gov.br.

ELISEO POSSE. Argentino de 66 anos, radicado há 25 deles no Rio, Posse expôs no Centro Cultural Correios em fevereiro. Agora está de volta com nova edição da individual Megalópolis, em que exibirá oito quadros-esculturas ? a definição é dele ? que retratam do ponto de vista aéreo cidades fictícias densamente povoadas. São relevos em madeira constituídos de múltiplos encaixes, formas e texturas. Embora não reproduza fielmente nenhuma metrópole, ele toma por base traçados urbanos de São Paulo, Washington e Tóquio, entre outras capitais. Espaço Cultural Alerj ? Palácio Tiradentes. Rua Primeiro de Março, s/nº, Centro, ☎ 2588-1404. → Segunda a sábado, 10h às 17h; domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até 21 de agosto. A partir de sexta (22).

FERNANDO MELLO E VALÉRIA COSTA PINTO. Os artistas, que trabalham com fotografia em diferentes suportes, ocupam com individuais os dois salões expositivos do Largo das Artes. Em Cor e Fragmento, sua primeira exposição-solo, Mello apresentará dezessete trabalhos no Espaço Escritório. São imagens captadas em Trancoso, no sul da Bahia, em que explora detalhes das coloridas casas e embarcações de pescadores. Valéria comemora duas décadas de produção artística na mostra Impermanências levando quarenta criações para a Grande Galeria. No acervo estarão, além de fotografias, esculturas com dobraduras de papel, um vídeo e desdobramentos de sua conhecida série de ampliações sobre persianas. R$ 1 500,00 a R$ 50 000,00. Largo das Artes. Rua Luís de Camões, 2, Largo de São Francisco, Centro, ☎ 2224-2985, ? Uruguaiana. Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, 12h às 17h. Grátis. Até 20 de agosto. A partir de sábado (23), às 17h.

PAULO VIEIRA. Mineiro de Manhuaçu, radicado no Rio há quatro anos, o artista costuma pintar personagens de cabeças quadradas e vazias. Na individual Visitações, apresentará telas em acrílica, desenhos sobre papel e objetos de toy art com a versão 3D de um de seus tipos pintados. R$ 400,00 a R$ 10 000,00. Galeria Movimento Arte Contemporânea. Avenida Atlântica, 4240, loja 211 (Shopping Cassino Atlântico), Copacabana, ☎ 2267-5989. Terça a sexta, 10h30 às 19h30; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 10 de agosto. A partir de quarta (20). www.galeriamovimento.com.br.

PONTO DE PARTIDA. Sob curadoria de Marco Antonio Teobaldo, a coletiva inaugura a galeria Colecionador Contemporâneo. No acervo serão reunidas criações em diferentes suportes de André Malinski, Bernardo, Geleia da Rocinha, Jorge Fonseca, Paulo Carapunarlo e da carioca radicada em Curitiba Leila Pugnaloni. R$ 500,00 a R$ 15 000,00. Colecionador Contemporâneo. Avenida Atlântica, 4240, loja 224 (Shopping Cassino Atlântico). Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 13h às 19h. Grátis. Até 12 de agosto. A partir de quarta (20).

DESTINO: CIDADE MARAVILHOSA ? TURISMO NO RIO DE JANEIRO. Mostra inaugural do novo Espaço Cultural da Fundação Getulio Vargas, com mais de 100 imagens, entre fotografias, cartões-postais antigos e gravuras, além de vitrines com peças que contam a história do turismo no Rio desde o início do século XX. No acervo, reunido com curadoria de Celso Castro, Bianca Freire-Medeiros e Isabella Perrotta, há curiosidades, como o registro dos primeiros turistas que aportaram por aqui, em 1907 ? e estamparam a capa de vários jornais. Espaço Cultural FGV. Rua da Candelária, 6, Centro, ☎ 3799-5676. Segunda a sexta, 8h às 22h; sábado, 9h às 18h. Grátis. Até sábado (23).

SOFIA BORGES. Paulista de Ribeirão Preto, a artista exibe doze fotografias na individual Estudo da Paisagem. São registros de regiões desabitadas, em montanhas ou desertos, com textura que lembra a de pinturas antigas. R$ 6 000,00 a R$ 12 000,00. Artur Fidalgo Galeria. Rua Siqueira Campos, 143, 2º piso, Copacabana, ☎ 2549-6278, ? Siqueira Campos. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até sábado (23). www.arturfidalgo.com.br. Integra a programação da FotoRio 2011.

✪✪✪ ANA LINNEMANN. Há mais de cinco anos sem expor no Rio, desde sua individual na Galeria Mercedes Viegas, a artista carioca apresenta Cartoon, sob curadoria do crítico Fernando Cocchiarale. A mostra começa no canteiro diante da Galeria Laura Alvim: um coqueiro que faz surpreendentes piruetas, giros de 360 graus, de tempos em tempos, é obra da série Os Invisíveis. Lá dentro, uma grande estante articulada ocupa várias salas da galeria, com prateleiras dispostas em zigue-zague ou em degraus, abrigando trinta obras em diferentes grupos de produção da artista, além de livros, que se organizam linearmente como em um cartoon ? daí o título da exposição. A série mais inusitada é Pedras Bordadas [XS], iniciada em 1994 e exibida pela primeira vez na Rotunda Gallery, em Nova York. Desta vez, Ana mostra dez exemplares de pedra-sabão que, furados, se tornam entretelas para bordados de flores em ponto de cruz, com linha de seda e algodão coloridos. Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017, ? General Osório. → Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até dia 31.

ANNA BELLA GEIGER. Em atividade desde os anos 50, Anna Bel¬la está no rol dos mais importantes nomes das artes plásticas no Brasil. Na retrospectiva batizada Circa MMXI, ela exibe sessenta trabalhos em variados suportes e produzidos em diferentes épocas. No acervo, com curadoria assinada pela própria artista, entram desenhos de telhados de Nova York, feitos em 1954, e telas da série Pier & Oceans, da década de 1980, além de obras raramente exibidas de sua fase visceral, a exemplo das pinturas Órgão Ocidental, Tronco e Garganta. Arte Sesc ? Mansão Figner. Rua Marquês de Abrantes, 99, Flamengo, ☎ 3138-1343, ? Flamengo. → Terça a sábado, 12h às 20h; domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 30 de setembro.

✪✪✪ ARTHUR BISPO DO ROSÁRIO: O ARTISTA DO FIO. Sergipano, ex-marinheiro e vítima de esquizofrenia, Arthur Bispo do Rosário (1911-1989) foi internado na Colônia Juliano Moreira em 1939 e, entre idas e vindas, ali ficou até morrer, cinquenta anos depois. Nessa mostra com curadoria de Wilson Lázaro é exibido, pela primeira vez, um conjunto de 160 obras batizadas como Orfa (Objeto Recoberto por Fio Azul) ? peças de uso cotidiano e instrumentos musicais encapsulados com linhas desfiadas dos uniformes usados por ele e outros internos do hospital psiquiátrico. Caixa Cultural ? Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-7666, ? Carioca. → Terça a sábado, 10h às 22h; domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 14 de agosto. www.caixacultural.com.br.

BRASIL FEMININO. Mostra que reúne mais de 150 peças da coleção da Biblioteca Nacional, entre documentos e obras de arte, ilustrando a participação de mulheres na história e na sociedade brasileira. Com curadoria do pesquisador Marcus Venicio Ribeiro, o acervo abrangente apresenta o decreto original da Lei Áurea, assinado pela Princesa Isabel em 1888, uma edição de 1712 do livro Marília de Dirceu, de Tomás Antônio Gonzaga, além de pinturas originais de Debret, J. Carlos e Lygia Pape. Entre as personalidades lembradas estão Maria da Penha, na luta contra a violência doméstica; Mãe Menininha do Gantois, Pagu, Nise da Silveira, Carlota Joaquina, Clarice Lispector, Lygia Fagundes Telles, Marta Rocha, Maria Bethânia, Rita Lee, a jogadora de futebol Marta, Zilda Arns e Tônia Carrero. Fundação Biblioteca Nacional ? Espaço Eliseu Visconti. Rua México, s/nº, Centro, ☎ 3095-3862. ? Cinelândia. Segunda a sexta, 10h às 17h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até 26 de agosto. www.bn.br.

BRÍGIDA BALTAR. Seis anos após realizar a última individual na cidade, a artista carioca volta a apresentar nova exposição-solo, com curadoria de Marcelo Campos. Em O que É Preciso para Voar, Brígida exibe doze trabalhos inéditos, entre vídeos, objetos, maquetes e criações em neon. Sua inspiração vem de referências da história da arte que evocam o voo. Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 28 de agosto. www.oifuturo.org.br.

✪✪✪ CARLOS VERGARA. No ano passado, o artista gaúcho acompanhou de perto o processo de demolição do histórico Complexo Penitenciário da Frei Caneca, inaugurado em 1850. Ao longo de quatro meses, fotografou, passeou entre escombros e visitou a siderúrgica para onde as ferragens foram enviadas. Desse mergulho tirou inspiração e material para duas individuais. Vergara ocupa as Cavalariças do Parque Lage com dezessete pinturas confeccionadas com base nas monotipias realizadas no entulho do canteiro de obras, além da instalação Empilhamento, criada em 1969. Três vídeos completam esse acervo. Ao ar livre fica uma instalação com 32 portas de cela ? marcadas por pichações, imagens coladas e inscrições deixadas por presos ? que servem de moldura para fotos de cores fortes realizadas nas ruínas e no alto-forno da Siderúrgica Gerdau, onde toda a ferragem foi transformada em pregos e vergalhões. Na Múl.ti.plo, em Liberdade ? As Aquarelas, Vergara apresenta 27 pinturas nessa técnica e quatro obras em 3D. Preço único: R$ 12 000,00. Múl.ti.plo Espaço Arte. Rua Dias Ferreira, 417, sala 206, Leblon, ☎ 2259-1952. Segunda a sexta, 10h às 18h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 7 de agosto. Escola de Artes Visuais do Parque Lage ? Cavalariças. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, ☎ 3257-1800. Segunda a quinta, 12h às 20h; sexta a domingo e feriados, 10h às 17h. Grátis. Até 7 de agosto. www.eavparquelage.rj.gov.br.

CONCURSO PORTO OLÍMPICO. Mostra com os 83 projetos realizados por 1 000 arquitetos e urbanistas que disputaram o projeto do Porto Olímpico, a ser levantado em uma área de 850 000 metros quadrados em ambas as margens da Avenida Francisco Bicalho. No acervo será possível ver com detalhes o trabalho vencedor, de João Pedro Backheuser e Alonso Balaguer, com painéis ilustrados que apresentam um hotel de 45 andares, as vilas de mídia e de árbitros, além de um centro empresarial. Após a Olimpíada, todos esses empreendimentos serão transformados em residências, apart-hotéis, lojas e escritórios, e posteriormente vendidos pelo mercado imobiliário. Instituto dos Arquitetos do Brasil. Rua do Pinheiro, 10, Flamengo, ☎ 2245-7108, ? Largo do Machado. Segunda a sábado, 10h às 20h. Grátis. Até dia 29.

✪✪✪ MARCO VELOSO. Nome de destaque no panorama do desenho contemporâneo brasileiro, o carioca tem trabalhos em coleções importantes, como a de Gilberto Chateaubriand. Desde 1999, Veloso vem produzindo séries, com dezesseis desenhos a carvão cada uma, que formam painéis de 1,70 metro de comprimento. Em sua prática, batiza cada conjunto com números que identifica por ordem de produção, como os que estão expostos nessa individual: 102 (2009), 108 (2010), 109, 110, 111 e 112 (2011). Completam a mostra oito desenhos avulsos, que receberam detalhes em cores como azul-ultramar e amarelo-cádmio, e ficam entre as séries. Na quarta (20), às 18h, haverá debate grátis do artista com os colegas José Damasceno e Carlos Bevilacqua sobre os trabalhos expostos. R$ 4 000,00 a R$ 18 000,00. Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎ 2274-3873. Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até dia 30. www.anitaschwartz.com.br.

NOEL ROSA. Mostra inaugural do Centro Cultural Lapa, exibe dezessete caricaturas do centenário compositor da Vila. Noel Rosa (1910-1937) aparece em retratos assinados por craques do traço como Aroeira, os irmãos Chico e Paulo Caruso, Hippert, Jaguar, Mariana Massarani, Lula, Lan e Ziraldo. A curadoria é de Mauro Cleverson. Centro Cultural Lapa. Ladeira de Santa Teresa, 6, Lapa, ☎ 2233-4947. Terça a domingo, 11h às 18h. Grátis. Exposição permanente.

✪✪✪ RIO: A ARTE DA ANIMAÇÃO. Leia em Veja Rio Recomenda. Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 5,00 (grátis aos domingos). Até 4 de setembro. www.mnba.gov.br.

XICO CHAVES. Há quatro décadas, este profissional multimídia atua alternadamente nos campos das artes visuais, da poesia e da música. Na individual Órbita ? Poética, com curadoria de Alberto Saraiva, são exibidos vídeos e fotografias de suas obras em diferentes suportes, a exemplo de pinturas, objetos, instalações, performances e intervenções. Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 28 de agosto. www.oifuturo.org.br.

BOB WOLFENSON. Conhecido por realizar ensaios de moda e capas para a revista PLAYBOY, publicada pela Editora Abril, o fotógrafo paulistano faz sua primeira individual no Rio. Batizada Cinépolis, a mostra é constituída de 21 imagens em grandes formatos ? 1,15 por 1,42 metro ? registradas como se Wolfenson estivesse na trajetória de um road movie, retratando paisagens e pessoas em uma narrativa que transita entre a linguagem fotográfica e o cinema. R$ 12 000,00. Galeria da Gávea. Rua Marquês de São Vicente, 431, loja A, Gávea, ☎ 2274-5200. De segunda a sexta é necessário agendar a visita por telefone. Sábado, 11h às 18h. Grátis. Até 27 de agosto. www.galeriadagavea.com.br.

✪✪✪ FOTORIO NO CCJF. São doze individuais. Na mostra Ninguém É de Ninguém, Rogério Reis apresenta uma série de imagens feitas nas praias cariocas, em que casais são flagrados em namoros ou relaxando à beira-mar. Todas as pessoas fotografadas têm suas identidades preservadas por tarjas nos rostos. Patrícia Gouvêa exibe, em Exercícios de Arte Lúdica, com curadoria de Isabel Sanson Portella, uma série composta de fotografias e vídeos iniciada em 2005. Outra atração é a exposição-solo de Fabian, italiana radicada no Rio. Em Ama + Zonia, ela mostra 24 fotografias selecionadas entre as 82 publicadas em livro homônimo. Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até dia 30. www.ccjf.trf2.gov.br. Integra a programação da FotoRio 2011.

✪✪✪ WOLNEY TEIXEIRA: O SAL DA TERRA. Conhecido fotojornalista na Região dos Lagos, o cabo-friense Wolney Teixeira de Souza (1912-1983) conviveu com as referências profissionais de seu pai, o fotógrafo Antônio Motta de Souza, e de amigos dele como os mestres Augusto Malta e Marc Ferrez. Adulto, assumiu a câmera e dedicou mais de cinco décadas de sua vida a enquadrar tipos e cenas de diferentes cidades. Seus instantâneos com forte influência dos registros do século XIX tinham enquadramentos artísticos e eram assinados como se fossem pinturas. Nessa mostra, com curadoria de Mauro Trindade, estão reunidos 52 exemplares em grandes e médios formatos, todos em preto e branco, selecionados da coleção do artista ? acervo que ultrapassa 10 000 itens. Entre as imagens há registros de paisagens hoje transformadas, como ruínas de construções históricas, praias desertas e salinas, e de personagens conhecidos de passagem pela região, a exemplo do músico Pixinguinha. Caixa Cultural ? Teatro Nelson Rodrigues. Avenida República do Chile, 230, 3º andar, Centro, ☎ 2262-8152, ? Carioca. Terça a sexta, 10h às 18h; sábado e domingo, 14h às 18h. Grátis. Até dia 31.

ESPECIAL

CASA DO SABER. Na segunda (18), o jornalista e escritor José Castello ministra a primeira de quatro aulas sobre a obra de Clarice Lispector (1920-1977), a começar por Perto do Coração Selvagem, livro de estreia da autora. A jornalista Anabela Paiva, na quarta (20), recebe a socióloga Julita Lemgruber, ex-superintendente do sistema penitenciário do Rio, na palestra "Uma mulher no comando das prisões do Rio". Publicitários, Marcello Serpa e Armando Strozenberg conversam sobre a gênese do processo criativo e os desafios da profissão na quinta (21). Casa do Saber. Avenida Epitácio Pessoa, 1164, Lagoa, ☎ 2227-2237. José Castello: a partir de segunda (18), 20h. R$ 380,00. Anabela Paiva e Julita Lemgruber: quarta (20), 20h (grátis, inscrições por telefone). Marcello Serpa e Armando Strozenberg: quinta (21), 20h. R$ 100,00.

MOSTRA ARTEFACTO BEACH & COUNTRY. Entre arquitetos e decoradores, 44 profissionais criaram os 32 ambientes expostos na segunda edição da mostra. Nota-se, nas produções espalhadas por 3 000 metros quadrados, a tendência da aplicação de detalhes da alta-costura nas soluções de decoração dos espaços. CasaShopping. Avenida Ayrton Senna, 2150, bloco K, Barra, ☎ 3325-7667. Segunda, 12h às 22h; terça a sábado, 10h às 22h; domingo e feriado, 15h às 21h. Grátis. Estacionamento no local. Até janeiro de 2012.

I ENCONTRO DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA. A decisão da Unesco de definir 2011 como o Ano Internacional dos Afrodescendentes inspira a realização do encontro. Na abertura, neste domingo (17), às 11h, apresentam-se dois grupos de congada, dança folclórica que une traços da cultura africana e da religião católica. No dia seguinte, às 20h, o destaque é uma apresentação do percussionista Naná Vasconcelos (veja mais na coluna Shows). Na terça (19), a escritora Luciana Sandroni lança, às 17h, Um Quilombo no Leblon (Editora Pallas, 112 págs., R$ 42,00), versão para crianças da incrível história de José de Seixas Magalhães ? o comerciante português que abrigou escravos fugidos e recebeu abolicionistas em sua chácara na região hoje conhecida como Alto Leblon. Na propriedade, ele plantava camélias, flores transformadas em símbolo do movimento. Contador de histórias de Burkina Faso, François Moise Bamba é a atração de quarta (20), às 18h. Outros destaques são a exibição de filmes e a exposição Há Várias Áfricas do Lado de Lá do Atlântico, de fotos, esculturas e objetos. Encontre a programação completa em www.africadiversa.com.br. Centro Cultural Calouste Gulbenkian, Rua Benedito Hipólito, 125, Praça XI, ☎ 2232-1087. Domingo (17) a sexta (22). Grátis

VINHO. Com estandes distribuídos por uma área de 600 metros quadrados, vinicultores representantes de mais de dez países vão oferecer para degustação cerca de 400 rótulos nacionais e importados. No evento, batizado Rotas do Vinho 2011, também serão servidos queijos, frios e azeites. Profissionais ajudarão na escolha da bebida. Palestras e cursos completam a programação. Carrefour Barra. Avenida das Américas, 5150, Barra da Tijuca. Informações, ☎ 2159-2500/2525. Sábado (16) a domingo (24), 11h às 21h. Grátis.

CRIANÇAS

I FESTIVAL DE CONTADORES DE HISTÓRIAS. Parte da programação normal do projeto CCBB Educativo, os espetáculos de contadores de histórias ganham um festival reunindo alguns dos mais importantes artistas dessa área no Brasil. No sábado (23), apresentam-se o grupo Mil e Umas... (às 10h), Benita Prieto (às 11h), Edmilson Santinni (às 12h), Fátima Café (às 13h), os contadores de histórias do CCBB Educativo (às 14h), a trupe do Tapetes Contadores de Histórias (às 15h) e, fechando o dia, Susana Nascimento (às 16h). No domingo (24), tem Ilana Pogrebinschi (às 10h), Joaquim de Paula (às 11h), o grupo Mosaicos (às 12h), a Cia. dos Jovens Griôts (às 13h), Bia Bedran (às 14h), Jiddu Saldanha (às 15h) e José Mauro Brant, acompanhado pelo violonista Fábio Nin (às 16h). De contos populares a cordel, passando por histórias dos próprios contadores, há diversão para todos os gostos. Para enriquecer a narração, os artistas se valem de recursos variados, como música, bonecos e adereços cênicos. Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Sábado (23) e domingo (24), 10h às 17h. Grátis. Distribuição de senhas meia hora antes de cada atividade.

SAIDEIRA FIL. Com encerramento marcado para este domingo (17), a nona edição do Festival Intercâmbio de Linguagens programou uma saideira para o fim de semana seguinte. A atração, inédita no Rio, são os chineses da Cia. de Arte Popular de Shaanxi ? província na região central do país. Fundada em 1953, a trupe, especializada em teatro de bonecos, reúne mais de 100 artistas. Neste espetáculo, eles apresentam sete cenas curtas (70min). Livre. Centro de Referência Cultura Infância ? Teatro do Jockey (125 lugares). Rua Bartolomeu Mitre, 1 110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado (23) e domingo (24), 11h. Grátis.

✪✪✪ SENSAÇÕES DO PASSADO GEOLÓGICO DA TERRA. Prorrogada em razão do sucesso de público, a exposição passeia pelos primórdios da história da Terra. Além do uso de recursos de multimídia, há a reprodução de uma rocha de bilhões de anos e até a simulação de um terremoto. Esse aparato busca ensinar como se formaram os continentes, a atmosfera e outras partes do planeta. Em um dos equipamentos interativos, o caminhar do visitante aciona, a seu lado, imagens da evolução de remotos elos perdidos entre o homem e o macaco. Outra atração permite brincar de reproduzir as pegadas de dinossauros. Casa da Ciência. Rua Lauro Müller, 3, Botafogo, ☎ 2542-7494. Terça a sexta, 9h às 20h. Sábado, domingo e feriados, 10h às 20h. Grátis. Até 25 de setembro. www.casadaciencia.ufrj.br.

✪✪✪✪ UM AMIGO DIFERENTE?, adaptação de Marcos Nauer. Considerado um esquisitão por colegas de escola e até por seus parentes, Lucas (Pablo Áscoli) sonha em ser um astro do rock. Às vésperas do seu aniversário, o menino é desafiado pelo irmão mais velho a conseguir dois amigos. Adaptada do livro homônimo da jornalista Claudia Werneck, a peça toma uma série de liberdades, entre elas a ênfase na música. O próprio diretor é um dos quatro letristas das boas canções do espetáculo, que ganharam melodias compostas pela cantora Maria Gadú. Variado, o repertório vai do rock ao folk e inclui espertas referências a hits de Michael Jackson e Elvis Presley. Escoltado por uma produção bem acabada, o afiado elenco transforma um tema potencialmente árido ? o da aceitação da diferença ? em uma comédia contagiante, sem deixar de lado a reflexão. Direção do autor (60min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 18/6/2011. Oi Futuro Flamengo (84 lugares). Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Sábado e domingo, 11h30. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes. Até dia 31.

CONCERTO

ANA PAULA ALENCAR E JOSÉ ROBERTO SOARES. A pianista e o flautista se reúnem para apresentar composições de Bach (Sonata BWV 1033), Radamés Gnattali (Sonatina em Ré Maior), Poulenc (Sonata), Jules Mouquet (Sonata La Flûte de Pan, Op. 15) e François Borne (Fantaisie sur Thèmes de Carmen). Espaço Cultural Finep (180 lugares). Praia do Flamengo, 200, pilotis, Flamengo, ☎ 2555-0717. Terça (19), 18h30. Grátis.

ESCOLA DE MÚSICA DA UFRJ. A instituição promove uma série de apresentações abertas ao público ao longo da semana. Na quarta (20), às 18h30, na Sala da Congregação, os violonistas João Wilson e Sérgio Ribeiro tocam obras de Villani-Côrtes, Barbieri e Erik Satie, entre outros compositores. Na sexta (22), às 18h30, também na Sala da Congregação, tem recital de formatura com o trompetista Josué da Silva Nascimento, que interpreta músicas de Arthur Honegger, Johann Baptist Georg Neruda e Joseph Guy Ropartz, entre outros. Escola de Música da UFRJ. Rua do Passeio, 98, Centro, ☎ 2262-8742, ? Cinelândia. Grátis.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA. Enquanto a orquestra, na sua formação completa, não retoma suas atividades (o início da temporada está previsto para agosto), alguns de seus integrantes se apresentam em formações de câmara, dentro da série Quartas Clássicas. Desta vez, sobem ao palco Mauro Rufino (violino), Desiree Mayr (violino), Denis Golovin (viola) e os irmãos Paulo e Ricardo Santoro (ambos no violoncelo), para apresentar Divertimento em Ré Maior e Divertimento em Fá Maior, ambas de Mozart, e Quinteto de Cordas Op. 11, Nº 5, G. 275, de Boccherini. Auditório BNDES (420 lugares). Avenida Chile, 100, Centro, ☎ 2505-8383, ? Carioca. Quarta (20), 13h. Grátis.

SHOWS

AGNALDO TIMÓTEO. Radicado em São Paulo desde 2004, o cantor volta à cidade para relembrar grandes sucessos de carreira e mostrar algumas novidades do repertório de A Força da Mulher, disco lançado neste ano, apenas com composições batizadas com nomes femininos. 12 anos. Teatro Sesi Jacarepaguá (350 lugares). Rua Geremário Dantas, 940, Freguesia, ☎ 3312-3700/3753. Quarta (20), 20h. Grátis.

CARLOS MALTA. Próxima atração do projeto Samba & Outras Coisas, o multi-instrumentista conversa com o produtor Haroldo Costa sobre sua trajetória e, em meio ao bate-papo, relembra o repertório de Pimenta, CD dedicado à obra de Elis Regina. Além de composições gravadas por Elis, Malta também interpreta Pro Zeca, de Victor Assis Brasil. O músico alterna-se por diferentes tipos de flauta, sax e pife. Livre. Teatro Sesi (350 lugares). Avenida Graça Aranha, 1, Centro, ☎ 2563-4163, ? Cinelândia. Sexta (22), 12h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

NANÁ VASCONCELOS. Principal atração musical do projeto África Diversa, um dos percussionistas mais respeitados do mundo faz apresentação-solo em que surpreende o público com a capacidade de tirar sons de alfaias, berimbau, tambores e do próprio corpo. Fã de Heitor Villa-Lobos, ele se inspira no maestro para criar cenários através dos sons. Vasconcelos vai mostrar algumas músicas de seu disco mais recente, Sinfonia & Batuques, lançado no ano passado. Livre. Teatro Gonzaguinha (200 lugares). Rua Benedito Hipólito, 125 (Centro de Artes Calouste Gulbenkian), Praça Onze, ☎ 2221-6213, ? Central. Segunda (18), 20h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

THIAGO FERTÉ QUARTETO. Com dez anos de carreira, o talentoso saxofonista lança o primeiro disco-solo, Underground Scene. Forjado nos últimos três anos, o repertório próprio serve de base para a apresentação. Completam o quarteto o guitarrista Bernardo Bosísio, o baixista Alex Rocha e o baterista Xande Figueiredo. Livre. Auditório do BNDES (300 lugares). Avenida Chile, 100, Centro, ☎ 2172-7757, ? Carioca. → Quinta (21), 19h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

Fonte: VEJA RIO