CARIOCAS DO ANO

Carlos Saldanha

Criador das encantadoras araras-azuis da animação Rio, o diretor carioca levou as belezas da cidade para 150 milhões de pessoas espalhadas por setenta países

- Atualizado em

carlos-saldanha.jpg
Criador das encantadoras araras-azuis da animação Rio, o diretor carioca Carlos Saldanha levou as belezas da cidade para 150 milhões de pessoas espalhadas por setenta países. (Foto: Redação Veja rio)

É inegável que a cidade desfruta hoje uma imagem muito mais positiva do que a que tinha cinco anos atrás. Os motivos são vários e abrangem da pacificação de favelas às obras que vão preparar nossa capital para a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016. Em 2011, esse fenômeno ganhou um impulso extra ? e que impulso. Dirigida pelo carioca Carlos Saldanha e produzida pelo gigante cinematográfico 20th Century Fox, a animação Rio arrastou mais de 150 milhões de pessoas aos cinemas de setenta países. Mesmo sem essa intenção, foi a mais importante ação de marketing carioca da história. Nas telas, como pano de fundo das aventuras das araras-azuis Blu e Jade, descortinam-se imagens deslumbrantes do Corcovado, do Sambódromo, da Vista Chinesa e do bairro de Santa Teresa. ?Foram três anos de trabalho entre a concepção e a realização do filme. Para mim, é uma espécie de homenagem ao lugar onde nasci?, conta o diretor.

Radicado nos Estados Unidos desde 1991, Saldanha, de 43 anos, nasceu em Jacarepaguá e desenvolveu uma sólida carreira em Hollywood. Foi um dos responsáveis por campeões de bilheteria como a série A Era do Gelo. Em Rio, fez uma espécie de resgate afetivo de seus laços com a cidade natal. Com uma riqueza de detalhes apaixonante, criou cenas espetaculares como o passeio de bondinho em meio a árvores floridas em Santa Teresa ou a perseguição de moto dentro de uma favela. Durante a produção, Saldanha se viu aturdido por um drama pessoal. Na fase final de montagem, em novembro do ano passado, perdeu sua mãe, Clymene. ?Ela sofria de uma doença degenerativa, e por todo o ano de 2010 eu vinha mensalmente ao Brasil para visitá-la. Sempre trazia trechos do filme para ela ver. Infelizmente, não deu para mostrar tudo?, emociona-se. Concluída a vitoriosa carreira da arara Blu pelos cinemas, Saldanha sonha agora com o Oscar. Em janeiro sai a lista dos indicados. E ele espera que Rio esteja entre as fitas que concorrem à estatueta de melhor animação. ?Isso sim vai ser a cereja do bolo?, diz, animado.

Fonte: VEJA RIO