CRIANÇAS

Teatro

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

CABELOS ARREPIADOS, de Karen Acioly. O espetáculo flerta com a literatura fantástica de escritores como Wilhelm Busch e Edgar Allan Poe, além da cinematografia de diretores influenciados por esse gênero, a exemplo de Tim Burton (Edward Mãos-de-Tesoura). Da obra de Busch foram pinçados Juca (Tony Lucchesi) e Chico (Jules Vandystadt), protagonistas de um livro que o alemão publicou em 1865 chamado Juca e Chico ? História de Dois Meninos em Sete Travessuras. Aqui, eles são guardiões dos sonhos de seis crianças: Tico (Kiko do Vale), Cora (Daíra Sabóia), Clara, Flora (ambas Tatih Kohler), Dora (Haline Oliveira) e Ciro (Jonas Hammar). Conduzindo a trama, a dupla apresenta em cinco histórias musicadas o que passa pela cabeça destes personagens quando dormem. Lucchesi e Vandystadt também respondem pelas canções (com letras de Karen), todas executadas ao vivo. Direção da autora (55min). Rec. a partir de 7 anos. Estreou em 15/10/2011. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Sábado e domingo, 16h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes. Até 18 de dezembro.

✪✪✪ CLUBE DOS PALHAÇOS, de Ne­hemias Rezende e Evandro Mesquita. Na produção da trupe Irmãos Brothers, é no tal clube que tudo acontece: números de acrobacia, contorcionismo, malabarismo, monociclo, perna de pau, ilusionismo... A peça é embalada por boa música, incluindo Elvis Presley, The Temptations, Tom Waits e Celly Campelo. Tradição entre os Brothers, o espetáculo é repleto de humor ? ninguém segura o riso no número do palhaço que imita Beethoven. Direção de Evandro Mesquita (60min). Livre. Estreou em 30/7/2011. Centro de Referência Cultura Infância ? Teatro do Jockey (150 lugares). Avenida Bartolomeu Mitre, 1110, Gávea, ☎ 3114-1286. Sábado e domingo, 16h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Estac. na Rua Mário Ribeiro, 410 (grátis). Até 6 de novembro.

CONVERSAS INVERSAS HISTÓRIAS DIVERSAS, de Breno Sanches. Usando como fio condutor o conto O Gargalo da Garrafa, trabalho menos conhecido do dinamarquês Hans Christian Andersen (1805-1875), o espetáculo narra a trajetória de uma garrafa, desde seus dias de glória, quando era usada na celebração de um casamento, até seus momentos difíceis, boiando em alto-mar. Dividindo o palco, Adriano Pellegrini e Matheus Calado vivem dez personagens. Os atores também interferem no roteiro, subvertendo a ordem natural da ação, e fazem a garotada participar ativamente do espetáculo. Direção do autor (50min). Livre. Estreou em 9/10/2011. Espaço Cultural Eletrobras Furnas ? Auditório (192 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo, ☎ 2528-2794. Domingo, 17h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes. Até dia 30.

✪✪ ERA UMA VEZ NA FLORESTA, dos Estúdios Mauricio de Sousa. A pedido do elefante Jotalhão, Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e Chico Bento fazem um alerta sobre o perigo que correm várias espécies do planeta. Enquanto conscientizam o público, os ato­res-bailarinos, dublados em cena, desfiam um repertório composto para o espetáculo. A importância da mensagem se dilui no tratamento simplório dado ao tema ? falta uma história que dê liga aos números musicais. Adorados pelas crianças, porém, os personagens seguram a diversão. Direção de Mauro Sousa (55min). Livre. Estreou em 3/9/2011. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado, domingo e feriados, 15h e 17h. R$ 60,00. Bilheteria: 15h/20h (ter. a sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.). Cc: M. Cd: R. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 15 de novembro.

FALA QUE É AMOR, de Rogério Blat. A montagem, sucesso de público no início do ano, volta ao circuito, reeditando a parceria entre os irmãos Blat (Rogério no texto, Ricardo na direção). No começo da história, os amigos Fafá (Laura Becker) e Joca (Nelson Yabeta) brigam durante um bate-papo e prometem nunca mais se falar. Cheios de saudade, reaproximam-se usando as mais variadas formas de contato ? do tambor à internet. Recheada de cenas típicas dessa faixa etária, a história de amor pré-adolescente serve de deixa para outros assuntos, como a comunicação em tempos de tecnologia. Direção de Ricardo Blat (60min). Livre. Sesc Tijuca (264 lugares). Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca, ☎ 3238-2100. Sábado e domingo, 17h. R$ 12,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Até 13 de novembro. Reestreia prometida para sábado (22).

O GATO DE BOTAS ? O MUSICAL, adaptação de Walter Daguerre. Baseada no conto de Charles Perrault, a peça conta a história de um moleiro que possuía um moinho, um burro e um gato. Ao dividir sua herança entre os filhos, ele entrega o bichano (vivido por Chris Penna) ao caçula, Pedro (Ronaldo Dal?Bianco). A princípio descontente, ele logo nota que o gato vai lhe trazer boas coisas, incluindo o amor de uma princesa (a ex-paquita Andrea Veiga). Embalam a montagem temas compostos para o espetáculo, além de obras de autores como Bach. Direção de Daniel Dias da Silva (60min). Livre. Estreou em 8/10/2011. Teatro Solar de Botafogo (182 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, 2543-5411. Sábado, 17h; domingo, 16h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). IC. Até 18 de dezembro.

✪✪ KEKA TÁ NA MODA, adaptação de Helen Pomposelli e Eduardo Lyra. Baseada em dois livros infantis da consultora de moda Helen Pomposelli, a peça mostra como evoluiu o vestuário. Juliana Martins vive Keka, que vai ao armário da avó em busca de roupas antigas para se divertir em sua festa de 10 anos. A cada modelito que retira do móvel, ela é transportada para a época correspondente. A ideia esbarra na falta de dramaturgia: tudo se resume a uma sucessão de esquetes ? de interesse quase exclusivo das meninas. A produção, porém, é bem cuidada, incluindo os figurinos criados pela própria Helen. No elenco, destacam-se os coadjuvantes Eliane Costa e Eduardo Andrade. Direção de Ernesto Piccolo (50min). Livre. Estreou em 27/8/2011. Oi Futuro Ipanema (120 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 54, 3º andar, Ipanema, ☎ 3201-3010, ? General Osório. → Sábado e domingo, 16h. R$ 10,00. Bilheteria: 15h/21h (ter. a sex.); a partir das 15h (sáb. e dom.). Até dia 30.

✪✪✪✪ LEONEL PÉ-DE-VENTO, adaptação de Jair Giacomini e Tarcísio Puiati. Inspirado no curta de animação homônimo, de Giacomini, o musical conta a história de Leo­nel (Roberto Souza), um menino diferente: ele está sempre flutuando ? na peça, o ator permanece suspenso por cabos ou em cima de uma plataforma no cenário. Alvo de temor ou troça por parte dos habitantes da cidadezinha onde mora, ele vê sua vida mudar com a chegada de Mariana (Graciela Poz­zobon). Com mais seis atores, o desenvolto elenco dança e canta bem. Os divertidos figurinos de Mauro Leite e a caprichada cenografia de Dóris Rollemberg enfeitam a montagem. Direção de João Batista (60min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 13/8/2011. Oi Futuro Flamengo (84 lugares). Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Sábado e domingo, 16h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 11h (sáb. e dom.). Até 27 de novembro.

✪✪ LOJA DE BRINQUEDOS, de Claudio Figueira. Menina (Yara Sardenberg) é uma garotinha rica. À procura de algum presente que ainda não tenha recebido, ela conhece, na loja do título, o carente Urso Feliz (Carlos Viegas), o sabido Robô (Marcelo Klein) e outros tipos inventados pelo Criador de Brinquedos (Gabriel Titan). Entre as cenas que arrancam risos dos pequenos, sobressaem as palhaçadas da Bola Cansada (a ótima Daniele Falcone). Por outro lado, há coreografias tumultuadas, além da trilha sonora de letras e arranjos óbvios. Direção do autor e de Carlos Arthur Thiré (60min). Livre. Estreou em 5/2/2011. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. → Sábado e domingo, 18h30. R$ 50,00. Bilheteria: 18h/22h (ter.); 14h30/22h (qua. a sex.); a partir das 14h30 (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 18 de dezembro.

✪✪✪✪ O MAIOR MENOR ESPETÁCULO DA TERRA, de Alvaro Assad e Melissa Teles-Lôbo. Leia em Veja Rio Recomenda. Direção dos autores (50min). Rec. a partir de 5 anos. Teatro Sesi (350 lugares). Avenida Graça Aranha, 1, Centro, ☎ 2563-4168. Sábado (22) e domingo (23), 15h. R$ 5,00. Bilheteria: a partir das 12h (ter. a dom.).

✪✪✪ O MENINO DETRÁS DAS NUVENS, adaptação de Maria Clara Wermelinger. Baseada no livro homônimo de Carlos Augusto Nazareth, a peça apresenta Zezinho (Wladimir Pinheiro), criança que sonha em conhecer o mundo. A perda de um amigo, no entanto, abala esse interesse. Apenas a chegada de um circo à cidade é capaz de resgatar sua alegria ? e, de quebra, fazê-lo descobrir-se um artista e encontrar seu primeiro amor. Merece destaque a cenografia, simples mas engenhosa, com adereços usados de maneira inusitada ? como guarda-chuvas que ora evocam o sol, ora um carrossel. Quatro atores completam o bom elenco, que canta e toca vários instrumentos. Direção da autora (50min). Livre. Estreou em 3/9/2011. Centro Cultural Justiça Federal (142 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. → Sábado e domingo, 16h. R$ 30,00. Bilheteria: 16h/19h (qua. a sex.); a partir das 15h (sáb. e dom.). Até 4 de dezembro.

✪✪✪✪ NA COLA DO SAPATEADO, de Gisela Saldanha, Mabel Tude, Maria Dulce Saldanha e Tânia Nardini. Bem-sucedida, a peça teve a sua primeira montagem em 1987, quando foi apresentada em mais de 100 sessões em palcos do Rio e de São Paulo. Na história, diante da ameaça de um teste-surpresa, sete alunas bolam um plano: como apenas uma delas (Maria Dulce Saldanha) domina a matéria, a turma resolve tentar colar com um código desenvolvido através de passos de sapateado ? que, no palco, são misturados de forma contagiante com gêneros brasileiros como samba, frevo e choro. Direção de Tony Nardini (60min). Rec. a partir de 2 anos. Reestreou em 8/1/2011. Teatro do Leblon ? Sala Marília Pêra (462 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (ter. a dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Até 13 de novembro.

✪✪✪ O PATINHO FEIO, adaptação de Maria Clara Machado. Na versão da dramaturga para o clássico do dinamarquês Hans Christian Andersen (1805-1875), cenário e figurinos de Clivia Cohen merecem menção pelo capricho. No palco estão atores oriundos do Tablado, fundado por Maria Clara (1921-2001), como George Sauma (o protagonista), Cláudia Paiva, Nedira Campos e Fabiana Valor (que também divide a direção com Bernardo Jablonski). No elenco, o destaque é mesmo Sauma, com gags físicas que divertem as crianças. As belas músicas são do maestro John Neschling (60min). Livre. Reestreou em 17/9/2011. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h (sáb. e dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 11 de dezembro.

ROBIN HOOD, de Marco Antônio Campos e Marcello Caridade. Em 1992, os autores já haviam levado a lenda do arqueiro inglês ao teatro, com um jovem Eduardo Moscovis no papel principal. Nesta nova versão, a história do personagem que roubava dos ricos para dar aos pobres (vivido agora por Márcio Miranda) ganha contornos de musical. As canções foram compostas pelo próprio Caridade, junto com Hugo Lopes. Direção de Marcello Caridade (70min). Rec. a partir de 6 anos. Estreou em 8/10/2011. Teatro Fashion Mall ? Sala 1 (470 lugares). Estrada da Gávea, 899, São Conrado, ☎ 2422-9800. → Sábado e domingo, 17h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 15h (sáb. e dom.). Cc: M e V. Cd: M e V. Estac. (R$ 8,00 por duas horas). Até 27 de novembro.

Fonte: VEJA RIO