EXPOSIÇÕES

Interlocuções artísticas

Em novas mostras, Nelson Leirner dialoga com a obra de William Kentridge e com a sede da Fundação Eva Klabin

Por: Rafael Teixeira

Jaime Acioli/Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Nome de ponta na arte contemporânea brasileira, Nelson Leirner exibe sua obra em duas frentes bem distintas. Na terça (9), ele inaugura Homenagem a W.K. ou a Assombração de um Clone, uma proposta de intercâmbio com o universo do renomado William Kentridge. Atração na Galeria Silvia Cintra + Box 4, a individual traz nove criações em técnica mista, algumas delas com silhuetas de figuras humanas em movimento, evocando as animações em vídeo notabilizadas pelo artista sul-africano - exibidas por aqui em 2012, em bela mostra no Instituto Moreira Salles. No domingo (14), o diálogo se estabelece não com um colega de profissão, mas com um imóvel: a suntuosa mansão na Lagoa onde fica a Fundação Eva Klabin. Ironicamente batizada como Nossa Casa, Minha Vida - Visite Apartamento Mobiliado no Local, a exposição traz uma intervenção de Leirner em uma das salas, na qual ele recria um apartamento inteiramente mobiliado para ser habitado por uma família composta de um casal e dois filhos. Segundo o próprio artista, a ideia põe em discussão os desmandos praticados pelo governo em nome de programas sociais de moradia.

Fundação Eva Klabin. Avenida Epitácio Pessoa, 2480, Lagoa, ☎ 3202-8550. → Terça a domingo, 14h às 18h. R$ 10,00. R$ 5,00 para estudantes e maiores de 60 anos. Grátis para crianças até 10 anos e aos domingos. Até 16 de novembro. A partir de domingo (14). Galeria Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea, ☎ 2521-0426. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 11 de outubro. A partir de terça (9).

Fonte: VEJA RIO