Cidade

Hemorio organiza maratona de doações de sangue no Centro

Na Semana do Doador, o Hemorio prepara série de ações para aumentar contribuições no Centro

Por: Redação Veja Rio - Atualizado em

Centro terá campanhas para incrementar doações
Centro terá campanhas para incrementar doações (Foto: Reprodução)

Na Semana do Doador, que começa no próximo dia 25, o Hemorio preparou uma série de ações e parcerias para conscientizar para a importância da doação de sangue e aumentar seus estoques para as festas de fim de ano. Nos dias 25 e 26, das 9h às 17h, a programação na Cinelândia, com espaço para doação de sangue, artistas de rua e mobilização de pedestres.

Na sede do Hemorio, localizada na Rua Frei Caneca, 8, também vão acontecer palestras e eventos voltados para o público jovem, pensando numa nova geração de doadores, com apresentações musicais e homenagem aos destaques do ano. Até o dia 29 de novembro, são esperados cerca de 2000 candidatos. 

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais.  O modelo da autorização pode ser adquirida através do site do Hemorio (www.hemorio.rj.gov.br). Não é necessário estar em jejum, apenas evitar apenas alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação.

O Hemorio abastece com sangue e derivados cerca de 200 unidades de saúde conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) e poderia receber o dobro de doações que recebe atualmente. Hoje no Brasil apenas 2% da população é doadora de sangue. O recomendado pela Organização Mundial de Saúde é de 5%.

Os participantes ainda poderão ajudar em dobro ao escolher uma entre três três instituições indicadas pelo Hemorio para receber kits de alimentos de cesta básica que serão fornecidos pela Masan, uma das apoiadoras da campanha. No total, quatro toneladas de alimentos estarão disponíveis para doação. As instituições beneficiadas pela ação são: a Associação dos Falcêmicos e Talassêmicos do Rio de Janeiro (AFARJ); o Instituto Presbiteriano Álvaro Reis de Assistência à Criança e ao Adolescente (INPAR) e o Retiro dos Artistas. Alguns doadores serão selecionados por sorteio para participar da entrega das doações nas instituições escolhidas.

Fonte: VEJA RIO