EDIÇÃO DA SEMANA

Beira-mar

Histórias e novidades sobre a sociedade carioca

Por: Daniela Pessoa e Louise Peres - Atualizado em

"Estava na hora de malhar o cérebro também"

beira-mar-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O câmpus da Pontifícia Universidade Católica, na Gávea, está mais exuberante. É que as atrizes Fernanda Lima e Helena Ranaldi se matricularam na pós-graduação em arte e filosofia. Sobre o curso, que começou há menos de um mês e deve durar dois anos, a apresentadora do programa Amor & Sexo, da TV Globo, conversou com a coluna.

Por que você decidiu voltar a estudar? Eu queria sair da bolha da ignorância. Precisava me provocar, me desafiar, pensar... E estava na hora de malhar o cérebro também.

Você e Helena combinaram de estudar juntas? Que nada, foi coincidência! A gente nem se conhecia direito, mas hoje em dia sentamos juntas, na primeira fila. Sou nerd e corro muito atrás, até porque não rola nenhuma colher de chá. Se bobear, os professores não sabem nem quem eu sou.

E quais são seus planos para depois da pós? É óbvio que estudar engrandece e ajuda na profissão, mas não tenho ambições materialistas. Meu grande desafio é aprender a pensar. Até brinco com o meu marido dizendo que ele precisa colar em mim para ficar mais culto também.

O queridinho da mamãe

beira-mar-03.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Ele não levou a melhor na competição do Domingão do Faustão, mas ainda assim é o maior orgulho dos donos. Johnny Ewbank Gagliasso (sim, ele tem nome e sobrenome), o boxer de 5 anos dos atores Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso que participou do quadro de adestramento de cães de famosos, ganhou até conta no Instagram, com direito a frases engraçadinhas publicadas pela "mãe", como se pode ver. Giovanna assume: "O Johnny é o nosso filho. A gente cuida, sofre e ama. Como uma boa genitora, eu precisava educá-lo, porque ele era muito desobediente". Ao todo, o casal tem oito cães, e é justamente pensando no conforto dos bichos que eles estão de mudança para uma casa mais espaçosa no Itanhangá.

Confusão na cozinha

beira-mar-04.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Os mais atentos já perceberam que alguma coisa mudou nos tira-gostos que recheiam as famosas tigelinhas servidas no Meza Bar. Depois de cinco anos, Fabio Battistella deixou o comando da casa, pioneira da leva de gastrobares que invadiram a cena gastronômica carioca. Divergências entre os sócios são a justificativa para a saída do chef, que desde dezembro de 2008 assinava o cardápio e a carta de drinques do endereço. "Já tem gente me ligando para dizer que a comida está ruim, a bebida está diferente", diz Battistella. Os demais sócios minimizam sua saída. "Sem dúvida ele teve um papel importante, mas havia consultores e muitos outros profissionais por trás do sucesso do Meza", rebate Fernando Passos, um dos donos do endereço.

Bye-bye, São Paulo

beira-mar-05.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O estilista Valdemar Iódice deixou para trás quase vinte anos de São Paulo Fashion Week para estrear na principal semana de moda do Rio. Como parte da estratégia em solo carioca, ele mostra sua coleção para a primavera e o verão no Fashion Rio, no desfile marcado para o dia 16 de abril. "Aqui é o lugar ideal para arriscar e intensificar nossa expansão para fora de São Paulo. Além de tudo, a mulher carioca é sofisticada e cheia de personalidade, como as nossas criações", compara o empresário, que, depois de abrir a primeira franquia da marca na cidade, no Rio Design Barra, já procura mais um ponto, no Leblon.

De biquíni papai não deixa

beira-mar-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Filha do ator Maurício Mattar, Petra Mattar levou uma dura do papai. Após ver fotos postadas pela caçula de 18 anos com trajes de praia em uma rede social, ele alegou que a cantora e aspirante a atriz, ao expor o corpo, estaria buscando o caminho mais fácil para a fama. Em sua conta no Instagram, Petra ironizou a situação ao publicar uma foto com o rosto todo coberto e a legenda "Eu na piscina com meu biquíni novo. Presente do meu pai!". Enquanto a carreira de famosa não decola, ela planeja fazer faculdade de direito. "Espero que pelo menos isso ele aprove", diz Petra, que também está tentando a sorte como designer de acessórios.

Fonte: VEJA RIO