VEJA Rio recomenda

As mostras do Museu de Arte do Rio (MAR), a peça Isso É o que Ela Pensa e o show da banda inglesa de pop eletrônico Hot Chip

EXPOSIÇÕES

Museu de Arte do Rio. Quatro mostras volumosas e instigantes fazem do recém-inaugurado MAR desde já um programão. A visita às instalações na Praça Mauá começa por Rio de Imagens: uma Paisagem em Construção, passeio pela evolução da cidade através de cerca de 400 obras, além de farta documentação. Chamam atenção registros de cenários que não existem mais, como a vista da Baía de Guanabara pintada no século XIX pelo francês Raymond Monvoisin. O Colecionador reúne 136 trabalhos pertencentes ao ex-marchand romeno Jean Boghici assinados por nomes do quilate de Tarsila do Amaral, Lygia Clark, Auguste Rodin e Wassily Kandinsky. Em outra exposição, o carioca Sérgio Fadel franqueia ao público parte de seu rico acervo artístico ? 250 criações de, entre outros, Milton Dacosta, Ivan Serpa e Willys de Castro que ajudam a contar a história do concretismo no Brasil. Por fim, em O Abrigo e o Terreno, investiga-se a ideia de urbe em 100 peças de nomes como Roberto Magalhães, Ernesto Neto e Hélio Oiticica. Saiba mais na coluna Exposições.

TEATRO

Guga Melgar/divulgação

Guga Melgar/divulgação

Isso É o que Ela Pensa. Sucesso em São Paulo no ano passado, a tragicomédia do cultuado autor inglês Alan Ayckbourn cumpre mais uma semana no CCBB carioca. Em cena, Denise Weinberg vive Susan, mulher de meia-idade que sofre um acidente doméstico. A partir daí, ela passa a conviver com uma família imaginária. Ganha marido (Francisco Brêtas), irmão (Flávio Faustinoni) e filha (Clarissa Rockenbach) devotados e amorosos ? o oposto dos seus parentes de verdade. No mundo real, Gerald (Mário César Camargo), o marido, não a entende. A cunhada, Muriel (Clara Carvalho), é uma imprestável. E o filho, Rick (Eduardo Muniz), se mantém distante. No embate entre essas duas vivências, Susan depura suas muitas frustrações. No ótimo elenco dirigido por Alexandre Tenório sobressaem Denise e Mário Borges, este como o médico que ajuda Susan. Clique aqui para saber mais.

SHOW

Divulgação

Divulgação

Hot Chip. Em 2006, o hit das pistas de dança Over and Over transformou os músicos do quinteto inglês em estrelas do pop eletrônico. No ano seguinte, Alexis Taylor (voz, sintetizador, guitarra, percussão e piano), Joe Goddard (voz, sintetizador e percussão), Owen Clarke (guitarra, baixo e sintetizador), Al Doyle (guitarra, voz e baixo) e Felix Martin (bateria e programações) visitaram o Rio pela primeira vez. Atrações do extinto Tim Festival, abriram a noite para os conterrâneos do Arctic Monkeys. De volta ao Brasil, eles tocam no festival Lollapalooza, em São Paulo, no domingo (31), mas antes passam pelo Circo Voador. Na quinta (28), prometem fazer no Rio uma apresentação mais informal, com antigos hits, como Ready for the Floor, I Feel Better e One Night Stand, entre as faixas do novo (e dançante) disco, In Our Hands, a exemplo de Don?t Deny Your Heart. Saiba mais na coluna Shows.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s