Balé para malhar

Nova modalidade nas academias, o Ballet Fitness adapta os conhecimentos técnicos da dança para as aulas de ginástica

Novidade nas academias cariocas, uma nova aula promete deixar as praticantes com corpo de bailarina sem precisar dos longos anos de prática e da dura rotina de ensaios que é característica das adeptas da dança clássica. Criada no país há cerca de dez anos por Betina Dantas, educadora física e bailarina formada pela Royal Academy, a modalidade, batizada de Ballet Fitness, começou a ser lecionada em São Paulo e caiu também no gosto das cariocas. Hoje, tem entre a lista de praticantes famosas como as atrizes Sheron Menezzes, Ingrid Guimarães e Danielle Winits.

Intensa, a atividade adapta as técnicas do balé clássico para as aulas de ginástica. “Ela melhora a postura, o equilíbrio, a coordenação motora e a força muscular, além de atuar na prevenção de lesões”, explica Claudia Freitas, professora da modalidade na Probalance Care & Fitness, em Ipanema. Com a utilização de caneleiras e pesos de mão, além de agachamentos e exercícios na barra de apoio, o exercício atinge todos os grupos musculares voltados para a dança e para o fitness. “Trabalhamos músculos como quadríceps, glúteos, abdominais supra, infra, oblíquos, musculatura pélvica, bíceps, tríceps, entre outros”, enumera Rita Santos, responsável pela atividade na rede de academias Body Tech. O gasto calórico em uma aula com uma hora de duração pode chegar a 800 calorias.

ballet-03.jpg

ballet-03.jpg

As professoras responsáveis pela modalidade são, além de profissionais de Educação Física, bailarinas clássicas formadas por renomadas escolas, como o Theatro Municipal do Rio de Janeiro e o Royal Ballet, de Londres. Elas garantem que as aulas podem ser praticadas por qualquer público, mesmo quem nunca teve contato com a dança. “A aula por ter algumas nomenclaturas específicas do balé que podem ser um obstáculo para um iniciante acompanhar, e até alguns movimentos podem ser limitados pela falta de vivência do mesmo, mas nada que impeça a prática da atividade”, explica Rita. As dificuldades iniciais, no entanto, são logo superadas pela prática nas academias. “Já trabalhei com alunas de 18 a 60 anos. Elas podem ter idades variadas, mas se entendem com as pontas dos pés”, garante a professora Mariana Matos da Velox Fitness, onde a aula recebe o nome de Power Ballet.

Veja onde praticar o Ballet Fitness:

Proforma. Rua Adalberto Ferreira, 177, Leblon. Tel: 2512 8698. Rua Prudente de Moraes, 1276, Ipanema. Tel: 2522 1399. redeproforma.com.br

Probalance Care & Fitness. Rua Vinicius de Moraes, 71B, Ipanema. Tel: 2522-4557. probalanceacademia.com.br

Velox Fitness. Rua Fonte da Saudade, 39, Lagoa. Tel: 2537-2551. veloxfitness.com.br

Body Tech. Avenida Érico Veríssimo, 390, Barra da Tijuca. Tel: 2494-4028. bodytech.com.br (a atividade entra na grade da rede em agosto)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s