Clash

Tipos de Gêneros dramáticos: Drama
Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

(Divulgação/Divulgação)

Mesmo ambientado todo dentro de um camburão, Clash, com direção segura e estupenda, deixa a plateia aflita em seus 97 minutos de duração. A trama mostra um dia de 2013 quando conflitos puseram em lados opostos os partidários da Irmandade Muçulmana e dos militares que tomaram a Presidência. O drama começa com a prisão de um repórter e de um fotógrafo que estavam a trabalho no momento das manifestações. Logo depois, a dupla terá como companhia, dentro de um caminhão com grades, os ativistas rivais. Daí em diante, o roteiro revela como as diferenças políticas podem ser pequenas (e até ridículas) em um espaço diminuto. O ódio vira solidariedade e a tragédia até ganha um reforço de humor involuntário. Permanecem, contudo, a tensão, o medo e o desespero diante do inesperado. Com uma câmera inquieta, o diretor Mohamed Diab (de Cairo 678) capta o interior das pessoas e o exterior de um país em convulsão. Direção: Mohamed Diab (Eshtebak, Egito/França, 2016, 97min). 14 anos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s