Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Completando 40 anos de carreira, Zélia Duncan transforma dor em música

Roberta Sá e Lucy Alves também têm discos recém-lançados nos canais de streaming

Por Marcela Capobianco Atualizado em 18 jun 2021, 18h00 - Publicado em 18 jun 2021, 06h00
Pelespírito
Pelespírito: do rock ao country nos 40 anos de estrada de Zélia Duncan ./Divulgação

Pelespírito
O álbum, que comemora quatro décadas de carreira de Zélia Duncan, tem quinze canções. Elas passeiam do rock ao country e nasceram de uma inspirada parceria da cantora com o poeta pernambucano Juliano Holanda.

Sambas e Bossas
Sambas e Bossas: segundo disco de Roberta Sá só chegou agora às prateleiras virtuais ./Divulgação

Sambas e Bossas
O segundo disco de Roberta Sá finalmente chegou às mãos dos fãs. Entre as faixas estão roupagens modernas para clássicos como Chega de Saudade e Coisa Mais Linda e o hoje badalado Samba de um Minuto, de Rodrigo Maranhão.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Avisa
Avisa: Lucy Alves dá novas roupagens a pérolas do Falamansa ./Divulgação

Avisa
A paraibana Lucy Alves buscou na memória afetiva músicas do grupo Falamansa, que estourou em 2000, para compor o novo álbum. Recém-lançado, o projeto reúne sete pérolas, com destaque para a versão cheia de suingue de Xote de Milagres.

Continua após a publicidade
Publicidade