Clique e assine por apenas 3,90/mês

Teatro Clara Nunes reabre, totalmente reformado, com duas peças

Musical que celebra a cantora que dá nome ao palco e comédia solo de Adrén Alves fazem temporada em março

Por Renata Magalhães - 17 mar 2018, 15h35
Leo Gomes/Divulgação

Deixa Clarear. Fundadora (em 1977) do teatro que leva seu nome, a cantora Clara Nunes (1942-1983) é celebrada no musical escrito por Márcia Zanelatto e estrelado por Clara Santhana (foto à dir.). A trama de tintas biográficas é embalada por um repertório de clássicos conhecidos na voz da homenageada, a exemplo de Você Passa Eu Acho Graça e O Mar Serenou (75min). Livre. Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea). Quinta, 17h; sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 70,00 a R$ 80,00. Até 1º de abril. Reestreia na quinta (22).

Aladim Monteiro/Divulgação

Sucesso, Aqui Vou Eu. Vencedor do Prêmio Cesgranrio na categoria ator de musical, o paraibano Adrén Alves (foto) estreia monólogo cômico sobre um cantor em busca da glória. Com texto e direção de Sandro Rabello, a trama narra o tortuoso caminho de Galdênio: atrás de seu sonho, ele dá duro em várias frentes, de vendedor de queijo a backing vocal de Mara Maravilha (80min). 16 anos. Rua Marquês de São Vicente, 52, Gávea. Quarta, 21h. R$ 60,00. Até o dia 28. Estreia na quarta (21).

Publicidade