Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Susana Vieira comemora 60 anos de estrada com a peça Uma Shirley Qualquer

Além do monólogo estrelado pela diva paulistana, mais dois espetáculos presenciais em cartaz na cidade falam sobre empoderamento feminino

Por Marcela Capobianco Atualizado em 17 set 2021, 10h24 - Publicado em 17 set 2021, 06h00

Susana Vieira reestreia em 1º de outubro o aclamado espetáculo Uma Shirley Qualquer. Cansada da indiferença do marido e dos filhos, a personagem embarca para a Grécia com uma amiga. Entre paisagens esplendorosas e taças de vinho, ela tenta reencontrar a menina sonhadora e cheia de vida que foi um dia. No Teatro XP (Avenida Bartolomeu Mitre, 1110, Leblon), de sexta a domingo, até 31 de outubro, com ingressos a R$ 100,00.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Juliana Martins
Juliana Martins: tesão e sexo sem tabus no palco Leo Aversa/Divulgação

No Teatro Prudential (Rua do Russel, 804, Glória), a atriz Juliana Martins encena, até 26 de setembro, o monólogo cômico O Prazer É Todo Nosso. Deixando os tabus de lado, ela parte da própria experiência para falar de sexo, tesão, culpa e casamento. A direção é de Bel Kutner. As apresentações são aos sábados e domingos, com bilhetes entre R$ 50,00 e R$ 80,00.

Era Medeia
Era Medeia: metalinguagem para tratar de relacionamento abusivos Renato Mangolin/Divulgação

A peça Era Medeia se escora na metalinguagem para escancarar o machismo e o abuso de poder. Na história, a intimidade entre um diretor e uma atriz é exposta durante o ensaio aberto de uma adaptação da tragédia grega, levantando uma discussão sobre princípios éticos. Confira no Teatro Firjan Sesi Centro (Avenida Graça Aranha, 1, Centro), nos dias 24 e 25 de setembro. Ingressos a R$ 20,00.

Continua após a publicidade
Publicidade