Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

O jeito é rir… Três shows de stand-up comedy aportam no Rio

Paulinho Gogó e Diogo Defante fazem curtas temporadas no Teatro Riachuelo, no Centro. Já Rafael Portugal se despede do Casa Grande

Por Marcela Capobianco Atualizado em 17 set 2021, 10h23 - Publicado em 17 set 2021, 06h00

O controverso personagem Paulinho Gogó aterrissa no Teatro Riachuelo no fim de setembro. Sem necessidade de cenário ou iluminação sofisticada, o humorista Maurício Manfrini capricha no deboche e manda o politicamente correto para longe, fazendo a plateia gargalhar durante pouco mais de uma hora.

Rua do Passeio, 38, Cinelândia. 25 e 26 de setembro, 20h. R$ 50,00 a R$ 120,00. Ingressos pelo teatroriachuelo.com.br.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Considerado a nova sensação da comédia, o carioca Diogo Defante, de 30 anos, viralizou com um vídeo gritando “Fora SUS” ao tomar a vacina contra a Covid-19. Tudo não passou de brincadeirinha, é claro. Em A Cura da Depressão, no Teatro Riachuelo, ele tira sarro de si mesmo e reitera: só as risadas combatem o desânimo.

Rua do Passeio, 38, Cinelândia. 13 de outubro, 20h e 23h. R$ 40,00 a R$ 60,00. Ingressos pelo teatroriachuelo.com.br.

Na crista da onda, com mais de 6 milhões de seguidores no Instagram e contrato com a TV Globo, Rafael Portugal não se esquece dos perrengues vividos na adolescência em Bangu, Zona Oeste do Rio. Histórias hilárias do passado do ator se entrelaçam no espetáculo Eu Comigo Mesmo, em cartaz no Teatro Casa Grande até o fim do mês.

Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon. Sex. e sáb., 20h. Dom., 19h. R$ 70,00 a R$ 80,00. Ingressos pelo teatrocasagrande.com.br. Até 26 de setembro.

Continua após a publicidade
Publicidade