Clique e assine por apenas 4,90/mês

Saiba quais são as melhores atrações do Museu das Telecomunicações

Em homenagem ao Dia do Telefone, comemorado nesta quinta (10), veja a seleção com cinco atrações do museu

Por Jana Sampaio - Atualizado em 2 jun 2017, 12h12 - Publicado em 9 mar 2016, 21h43

Criado há 140 anos pelo cientista escocês Alexander Graham Bell, o telefone passou, ao longo do século XX, por modificações até chegar à sua variação móvel. O aparelho, hoje indispensável, tem também sua versão em smartphone. Ou seja, além de ser capaz de telefonar, filma, fotografa e acessa a internet. Em homenagem ao Dia do Telefone, comemorado nesta quinta (10), VEJA RIO preparou um roteiro com as atrações imperdíveis do Museu das Telecomunicações, no Oi Futuro Flamengo. Com diversas atrações interativas e entrada gratuita, o local oferece usa tecnologia e interatividade para contar a história da comunicação humana, além de apresentar atrações com tablets e painéis sensíveis ao toque e ativados por gestos. Confira:

Máquina do Tempo: Cabine em que o visitante é fotografado em um cenário virtual, escolhido entre imagens do Rio antigo que fazem parte do acervo do museu. Em seguida, a foto pode ser enviada para redes sociais e emails, e o espectador pode levar uma lembrança de sua visita;

Museu das Telecomunicações
Museu das Telecomunicações

Coleção de telefonia pública com iconografia digital: A coleção de telefonia pública do Oi Futuro, a mais completa do país, teve suas placas informativas substituídas por tablets. A coleção tem modelos diversos de telefones públicos, fichas e cartões de telefone já usados no país por várias décadas, exibidos acompanhados de vídeos e fotos de época;

Linha do tempo digital: Por meio de um monitor ativado por gestos, o visitante pode selecionar uma época e aprender sobre cada etapa da história das telecomunicações ou sobre os fatos que marcaram determinado ano, acompanhando a evolução da comunicação à distância desde a adoção dos sinais de fumaça até a criação dos smartphones. 

Museu das Telecomunicações
Museu das Telecomunicações

História dos celulares: Em um dos compartimentos do museu, um painel interativo, acionado por sensor Kinect, apresenta a trajetória dos aparelhos de telefonia móvel, desde os telefones de guerra do início do século XX até o iPhone, passando também pelo modelo apelidado de “tijolão”, criado nos anos 70, que chegava a pesar 1kg. Na atração, as peças do acervo são expostas integradas a vídeos históricos, contextualizando o surgimento de cada modelo.

Outra atração de destaque é a Sala dos Profetas, onde o visitante tem um encontro virtual com personalidades que tiveram uma visão futurista da humanidade em diferentes momentos da história. Por meio de uma projeção com efeito 3D, o público tem a impressão de sentar cara a cara com Leonardo da Vinci, Platão, Goethe, Oscar Niemeyer e outros pensadores homenageados.

dia do telefone infantil
dia do telefone infantil

Para a criançada, a opção é o programa educativo, no domigo (13), que exibe os vídeos “Telefone, a revolução de Graham Bell” e “Como funciona o telefone”. A classificação é livre e a entrada é franca.

Museu das Telecomunicações
Museu das Telecomunicações

O Oi Futuro Flamengo fica na Rua Dois de Dezembro, nº 63, no Flamengo e funciona de terça a domingo, das 11h às 17h. Para agendar visitadas mediadas para grupos, que exploram o acervo do Museu das Telecomunicações e as Galerias de Arte de forma participativa, basta agendar previamente através do e-mail educativo-oifuturo@oi.com.br. As visitas acontecem  de terça a sexta, em três horários: 10h, 13h e 15h, e no sábado, às 11h.

Publicidade