Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Rio ganha instituto de musica inspirado no método O Passo

Criado por Lucas Ciavatta, ele é adotada por conservatórios, orquestras e escolas de seis países

Por Rafael Sento Sé 15 set 2017, 20h30
Raphael Dias/Riotur

A retomada do Carnaval de rua foi alimentada, em parte, por cursos de percussão que transformaram amadores em integrantes das baterias dos muitos blocos da cidade. Oficinas pioneiras, como as do Monobloco e da escola Maracatu Brasil, adotam o método O Passo, criado no Rio em 1996. A receita infalível do músico e educador Lucas Ciavatta, que recorre ao movimento do corpo para transmitir noções de pulso e compasso, hoje adotada por conservatórios, orquestras e escolas de seis países, deu origem ao Instituto d’O Passo. Sem sede física, por enquanto, o projeto busca consolidar a difusão da educação musical e ampliar parcerias. No dia 25, o bloco e o coral do instituto se apresentam na Sala Villa-Lobos, na escola de música da Uni-Rio.

Publicidade