Clique e assine por apenas 7,90/mês

Refugiados apresentam exposição no Museu do Amanhã

Quatro artistas com emocionantes histórias participam da mostra

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 11h05 - Publicado em 14 set 2016, 19h02

Depois de bater o marco histórico de um milhão de visitantes, o Museu do Amanhã apresenta uma exposição que reúne onze obras de artistas refugiados. A mostra “Horizontes Possíveis – Arte como Refúgio” busca dar voz a quem teve sua história reduzida a estatísticas após ser obrigado a fugir de graves conflitos armados. Produzidas por artistas da Síria e da República Democrática do Congo que vieram para o Rio, as peças foram expostas na Fábrica Bhering e fazem um retrato do que é viver em uma situação de conflito. “Antes de se tornarem uma estatística, por serem atingidos por graves problemas sociopolíticos do mundo, são pessoas com subjetividade, história e criatividade para se expressarem, contarem suas histórias e também educarem o público sobre arte, situações humanitárias e sobre como podemos viver juntos dividindo um mesmo espaço”, afirma Felippe Moraes, curador da mostra.

Museu do Amanhã. Praça Mauá, 5, Centro, 3812-1800. Terça a domingo, 10h às 17h. R$ 10,00. Grátis às terças. Bilhete Único dos Museus (Museu do Amanhã + MAR): R$ 16,00. Até o dia 25.

Publicidade